sábado, 28 de fevereiro de 2015

Gabrielle Martins, de Torres, é a Garota Verão 2015

Gabrielle é a primeira da direita para a esquerda 
Foto: Mateus Bruxel / Agência RBS
 
Gabrielle Martins não escondeu a emoção ao ser anunciada como a Garota Verão 2015. Ao lado de Marilinda Correa (primeira princesa), de Santa Maria, e Francielli Reis, de Porto Alegre (segunda princesa), ela representará a beleza da mulher gaúcha ao longo do ano.

Elas superaram um total de 1517 candidatas que participaram das etapas municipais e das eliminatórias regionais do concurso, que teve início em dezembro. Agora, devem receber oportunidades de mostrar suas belezas em revistas, ensaios e desfiles no Brasil e no Exterior.

Cores e estilo

A tarde começou com uma viagem no tempo na arena de Verão da RBS TV, em Capão da Canoa. Com inspiração nos luxuosos navios de cruzeiros, o concurso adotou a temática navy em 2015.

Assim, o figurino das candidatas para o desfile de abertura do programa levou o universo das pin-ups para a passarela, com muitas listras, cores e adereços que traduzem o estilo marinheiro.

Nas demais passagens de avaliação, as concorrentes usaram com biquínis produzidos em cores escolhidas para representar cada uma das seis regiões do Estado.

Atração musical do evento, a cantora Nalanda ainda reservou uma surpresinha para o público: ela cantou, entre outros hits, a música tema do concurso, de autoria da cantora Melissa Manchester.


Fonte: Zero Hora

 

Sartori não garante pagamento dos servidores

Sartori não garante pagamento dos servidores | Foto: André Ávila
 
O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, não garante o pagamento do salário do funcionalismo público. Em visita a Torres, no Litoral Norte, o governador disse não querer fazer alardes, porém, não descartou a possibilidade de atrasos. “Não posso assumir e nem vou dizer que não haverá atrasos (pagamento dos salários). É criar mais insatisfação e um ambiente que não será propício para o diálogo”, declarou ele, com exclusividade ao Grupo Record.

Sartori lembrou que o atraso de pagamentos já ocorreu em outros governos. “Adiantar isso (atraso) é querer criar um problema, uma dificuldade”, afirmou. Em seguida, disse que será feito todo o esforço possível para garantir o pagamento dos salários.

O governador disse que o diagnóstico da crise financeira do Estado é conhecido e que esse panorama resultou em “medidas não aceitas pela sociedade”. Para Sartori, esse comportamento é fundamental para que a população compreenda que sem atitudes fortes, o Estado não conseguirá se recuperar da crise. Depois, o governador tentou amenizar a situação. “Não queremos vender dificuldades ou catástrofes. Queremos que aquilo que pudermos fazer, seja bem feito”, resumiu.

Greve dos caminhoneiros


Sartori afirmou preocupação com a greve dos caminhoneiros, que bloqueia dezenas de rodovias no Estado. “O governo do Estado se prontificou a auxiliar. Estamos trabalhando em conjunto porque acredito que todos têm direito de lutar e reivindicar o que deseja, mas a sociedade não pode ser penalizada”, afirmou.
 
 
Fonte: Mauren Xavier / Correio do Povo

Museu de Bagdá reabre portas doze anos após saque

Museu de Bagdá reabre portas doze anos após saque | Foto: Sabah Arar / AFP / CP
 
O museu nacional iraquiano reabriu oficialmente suas portas neste sábado, doze anos após um enorme saque que se seguiu à invasão americana e depois de enormes esforços para recuperar sua valiosa coleção de 15 mil peças.
Um terço destes objetos de arte voltou à coleção do museu, cujas autoridades decidiram acelerar a reabertura em resposta à destruição na quinta-feira de muitas esculturas pré-islâmicas do museu de Mossul, a segunda cidade iraquiana, por combatentes do grupo Estado Islâmico (EI).

"Estávamos preparando a reabertura há vários meses, o museu deve ser aberto a todo o mundo", declarou o vice-ministro iraquiano de Turismo e Antiguidades, Qais Husein Rachid. "Os acontecimentos em Mossul nos levaram a acelerar nosso trabalho e decidimos abrir hoje mesmo, em reação ao que os criminosos do Daesh (acrônimo árabe do grupo EI) fizeram", acrescentou.

Este grupo extremista divulgou na quinta-feira vídeos nos quais militantes destruíam esculturas e estátuas milenares.
Em um dos vídeos os jihadistas destroem um enorme touro alado assírio com uma britadeira. Esta destruição provocou uma onda de indignação internacional e o medo de que outros tesouros da rica herança pré-islâmica do Iraque desapareçam. A destruição em Mossul é a pior já sofrida pelo patrimônio cultural iraquiano desde a invasão americana de 2003. Redes criminosas em Bagdá aproveitaram o caos após esta invasão para saquear os museus da cidade.
 
 
Fonte: AFP

EPTC não descarta novo aumento da tarifa de ônibus em 2015

EPTC não descarta novo aumento da tarifa de ônibus | Foto: Hudson Nogueira / PMPA / CP
 
O diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Capellari, afirmou neste sábado que um novo aumento na tarifa de ônibus de Porto Alegre não está descartado. A publicação de uma Medida Provisória que onera a folha de pagamento das empresas rodoviárias provocaria mudança no preço das passagens, passando dos atuais R$ 3,25 para R$ 3,35. 

"Não tivemos acesso à medida. Fiquei sabendo apenas pela imprensa que ela entraria em vigor no mês de junho. Vou solicitar uma cópia desta medida para que a gente possa avaliar melhor esta situação", disse Capellari em entrevista à Rádio Guaíba.

Capellari destacou que quando houve desoneração da folha de pagamento, o município reduziu o preço da passagem. "Teremos que avaliar com muito cuidado porque se houver esta confirmação, a folha vai ter o dobro de gasto. É um custo que volta a fazer parte da folha. Teremos que tomar uma decisão, mas vamos com calma. Até junho vamos discutir e verificar se ela tem que ser aplicada de imediato ou somente no mês da data-base dos rodoviários, que é fevereiro de 2016", explicou o dirigente da EPTC.

O aumento da passagem, que saiu de R$ 2,95 para R$ 3,25, foi confirmado no último dia 19 pelo prefeito José Fortunati. O Bloco de Lutas pelo Transporte Público realizou manifestações em Porto Alegre para protestar contra o aumento. O protesto desta semana terminou com quatro pessoas presas.  


Caminhoneiro fura bloqueio de protesto e mata colega em São Sepé

Caminhoneiro fura bloqueio de protesto e mata colega em São Sepé | Foto: Luis Carlos Machado / Jornal A Palavra / Divulgação / CP 
 
O protesto de caminhoneiros na cidade de São Sepé registrou um acidente no começo da manhã deste sábado. Enquanto um grupo participava da paralisação na BR 392, um motorista que seguia em direção a Caçapava furou o bloqueio montado pelos manifestantes. Mais tarde, após uma perseguição, o condutor atropelou e matou um colega de profissão. A vítima foi identificada como Cleber Ouriques, de 38 anos, e o atropelamento foi registrado no km 291.

Segundo informações do inspetor da 9ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Marcelo Ramos, o caminhoneiro, suspeito de atropelar Ourique, viajava pela BR 392 quando decidiu furar o bloqueio formado em São Sepé. O veículo passou pela barreira em alta velocidade.

Em seguida, Ouriques, acompanhado de mais três colegas, ingressou em um Jetta para iniciar uma perseguição ao motorista que fugiu do bloqueio. Minutos mais tarde, o veículo alcançou e ultrapassou o caminhão já na altura do km 291. O grupo conseguiu abrir certa distância do caminhoneiro e decidiram parar no meio da rodovia para tentar interromper a viagem.

Ao tentar desviar do grupo, o caminhoneiro atropelou Ouriques e não parou para prestar socorro. De acordo com a PRF, a vítima morreu no local do acidente. Policiais rodoviários de Santa Maria, Caçapava e São Gabriel foram deslocados para o km 291. O inspetor Ramos disse que recebeu a informação de que caminhoneiros de Júlio de Castilhos estão seguindo para o trecho onde ocorreu o atropelamento.  


Fonte: Renato Oliveira / Correio do Povo
 

Protesto de caminhoneiros realiza bloqueios em 40 pontos do Rio Grande do Sul

Protesto de caminhoneiros realiza bloqueios em 40 pontos do Rio Grande do Sul | Foto: André Ávila
 
O sexto dia de protesto de caminhoneiros começou no Rio Grande do Sul com o bloqueio de pelo menos nove estradas federais na manhã deste sábado. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 13 trechos registram a manifestação da categoria que protesta contra aumento de combustíveis desde o começo da última semana. De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), 27 pontos estão interrompidos nas rodovias estaduais, totalizando 40 locais em todo o Estado.

Nessa sexta-feira, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) de Porto Alegre estendeu para todo o Rio Grande do Sul a decisão da Justiça Federal da Capital que impede os caminhoneiros de manter o bloqueio nas rodovias gaúchas. A decisão foi tomada pelo juiz federal Loraci Flores de Lima.

O recurso que pediu o aumento da abrangência da medida foi movido pela Advocacia Geral da União (AGU) após a 1ª Vara Federal de Porto Alegre expedir a ordem de desbloqueio da BR 116 no km Km 397,8, no município de Camaquã (RS), na terça-feira.

Caminhoneiros em Brasília

Ontem à tarde, um grupo de caminhoneiros da região Noroeste do Estado saiu de Santa Rosa em direção a Brasília, para um protesto pacifico na capital federal. No caminho estão previstas paradas, onde novos motoristas devem se integrar à viagem.

Um dos coordenadores do movimento, Fábio Luis Roque disse que não tem como prever o número de caminhões que chegarão a Brasília, mas que lideranças de todo o Brasil já comunicaram que irão se integrar à ação. “Será um movimento pacífico”, projetou.

O movimento começou com passagem dos caminhões pelo centro e bairros de Santa Rosa. O grupo fez a primeira parada no fim da tarde em Três de Maio, seguindo viagem por Boa Vista do Buricá, Palmeira das Missões e Seberi. Chegando em Santa Catarina, passarão por Maravilha até em São Miguel do Oeste, onde deve aumentar significativamente o número de caminhões no trajeto.

Confira os pontos de bloqueio

Rodovias Federais

km 397,8 da BR 116, em Camaquã (Posto Sim)
km 372 da BR 153, em Cachoeira do Sul
km 386,2 da BR 153, em Cachoeira do Sul

km 538 da BR 285, em Caibaté (trevo da cidade)
km 331 da BR 287, em São Vicente do Sul (Posto da Nice)
km 397,5 da BR 287, em Santiago (Trevo do Batista)
km 125 da BR 293, em Candiota

km 36 da BR 386, em Frederico Westphalen
km 66 da BR 392, em Pelotas
km 125 da BR 392, em Canguçu (Posto Caxias)

km 99 da BR 468, em Três Passos(trevo de acesso)
km 155 da BR 472, em Santa Rosa (Posto Sorriso)
km 168 da BR 472, em Santa Rosa (Guia Lopes)

Rodovias Estaduais

ERS 126 km 107 - Sananduva
ERS 126 km 126 - São João da Urtiga
ERS 155 km 65 - Santo Augusto
ERS 155 km 03 - Ijuí
ERS 406 com ERS 324 - Nonoai
ERS 168 km 123 - Roque Gonzales
RSC 402 km 0 - Selbach
ERS 330 km 38 - Miraguai
ERS 317 km 30 - Coronel Bicaco
RSC 427 km 41 - Tenente Portela
ERS 587 km 0 - Rodeio Bonito
ERS 585 km 0 - Erval Seco
ERS 591 km 30 - Frederico Westphalen
ERS 324 km 102 - Ronda Alta
ERS 342 km 97 - Catuipe
ERS 342 km 33 - Três de Maio
ERS 404 km 04 - Sarandi
ERS 480 km 43 - São Valentim
ERS 569 km 03 - Palmeiras das Missões
RSC 462 km 13 - Palmitinho
ERS 210 km 49 - Boa Vista do Burica
ERS 210 km 63 - São Martinho
ERS 211 km 43 - Paulo Bento
RSC 287 km 92 - Santa Cruz do Sul
RSC 482 km 72 - Estrela Velha
ERS 400 km 44 - Sobradinho
ERS 359 km 20 - Cotiporã
 
 

Daer autoriza empresas de ônibus a cancelar viagens por bloqueios nas rodovias

Passageiros serão reembolsados ou terão bilhetes remarcados | Foto: Paulo Nunes / CP Memória
 
O Daer emitiu, nesta sexta-feira, ordem de serviço que autoriza as empresas de transporte coletivo de passageiros a cancelar horários de ônibus intermunicipais. A decisão foi tomada em função dos bloqueios nas rodovias que têm provocado falta de combustível nos postos. Os usuários que compraram passagens com antecedência serão reembolsados ou terão as viagens remarcadas.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) de Porto Alegre estendeu nesta sexta-feira para todo o Rio Grande do Sul a decisão da Justiça Federal da Capital que impede os caminhoneiros de manter o bloqueio nas rodovias gaúchas. A decisão foi tomada pelo juiz federal Loraci Flores de Lima.

Segundo a AGU, os manifestantes estão bloqueando as rodovias BR 285, BR 290, BR 116, BR 472, BR 470, BR 158, BR 282 e BR 392, impedindo a livre circulação de caminhões, afetando a entrega de alimentos perecíveis e combustíveis.
 
 

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Leonard Nimoy, o Spock de "Star Trek", morre aos 83 anos

Nimoy ficou famoso ao interpretar Spock, na primeira geração de "Jornada nas Estrelas" | Foto: Reprodução / CP
 
Morreu na manhã desta sexta-feira em Los Angeles o ator Leonard Nimoy, famoso por seu papel como Spock, da primeira geração de "Star Trek". Nimoy, que havia sido internado às pressas no último dia 19 com fortes dores no peito, sofria de uma doença obstrutiva pulmonar crônica em decorrência do cigarro.

O ator já havia parado de fumar há 30 anos, mas ele mesmo reconheceu em entrevistas que as três décadas sem fumar não eram suficientes. Ele, inclusive, alertava seus fãs pelo Twitter dos malefícios do cigarro, pedindo para que evitassem o fumo.

Leonard Nimoy teve a carreira marcada pelo alienígena meio-humano, meio-vulcano Spock, mas também atuou como diretor, roteirista, compositor, poeta e fotógrafo. Nascido em Boston, em 1931, filho de pais judeus originários da Ucrânia, Nimoy começou a atuar ainda quando criança e sua carreira profissional, iniciada na década de 50, foi marcada por muitos filmes B e participação em vários seriados famosos do período.

A grande oportunidade veio mesmo em 1966 quando foi escolhido por Gene Roddenberry para viver o emblemático sr. Spock, que, a princípio, seria apenas uma personagem alienígena de tons meio diabólicos e misteriosos. De simples coadjuvante, Nimoy virou um dos protagonistas da série, e ganhou uma legião de fãs.

O fato é que Jornada nas Estrelas tinha muito pouco a ver com os seriados infantis de aventura da época e acabou se transformando numa obra precursora, a primeira série televisiva de contracultura, e o Spock de Nimoy em muito contribuiu para isso, apesar de ter sofrido vários obstáculos para se firmar, como a Igreja católica, que, na época, encrencou com aparência satânica do personagem e quase conseguiu que fosse eliminado da série.

Pelo personagem, Nimoy recebeu três indicações ao Emmy. Nimoy sempre teve por sua criação um respeito profundo, a ponto de, na época em que gravava a série, se preocupar em não se deixar ser fotografado rindo quando estivesse caracterizado de vulcano para não ferir a dignidade do personagem. Foi ele, inclusive, que criou muitos dos detalhes, como a saudação vulcana "Vida longa e próspera", que teve como inspiração um gestual de bênção judaica.

Nos anos que se seguiram ao cancelamento da série, Nimoy voltou a atuar em telefilmes, sem maiores repercussões, e também emprestou sua voz à versão animada que "Star Trek" ganhou em 1973. Nesse período, lançou alguns álbuns e livros de poesia até que, em 1977, surgiu com sua polêmica autobiografia, "Eu não sou Spock", que muitos acharam que era uma negação ao personagem que o tornara conhecido no mundo. Ao contrário, no livro Nimoy mantinha um diálogo direto com seu alter-ego vulcano, demonstrando o quanto o personagem o influenciara, embora ele e Spock fossem, obviamente, "pessoas diferentes".

Recentemente, em função de sua boa relação com o diretor e produtor J.J. Abrams, Nimoy aceitou o convite para fazer um papel-chave na série de TV "Fringe", embora tenha anunciado que estava se aposentando como ator. Em entrevista ao talk show de seu colega e amigo pessoal, William Shatner (o capitão Kirk), Nimoy também surpreendeu os fãs ao revelar seu alcoolismo, um problema que surgiu basicamente na época em que gravava Star Trek, e com o qual lutou durante anos até que, finalmente, conseguiu se recuperar.
 
 

36° BAILÔCO - A maior e melhor festa à fantasia da região sul. Vai ficar de fora??? ‪#‎PartiuBailôco‬


Cartilha apresenta novas regras do seguro-desemprego e do abono salarial

Uma cartilha com informações sobre as novas regras do seguro-desemprego e do abono salarial foi lançada nesta sexta-feira pelo Ministério do Trabalho. A partir de agora, o trabalhador terá que comprovar vínculo com o empregador pelo menos por 18 meses nos 24 meses anteriores à primeira vez em que requerer o benefício. Na segunda solicitação do benefício, ele terá de ter trabalhado por 12 meses nos 16 meses anteriores. A partir do terceiro pedido, a carência voltará a ser de seis meses.

As alterações no seguro-desemprego foram anunciadas em dezembro do ano passado e começam a valer para quem for demitido a partir do próximo sábado. Segundo o ministério, o manual tem o intuito de esclarecer de maneira didática e prática as eventuais dúvidas dos trabalhadores e empregadores, por meio de perguntas e respostas.

“Quem sofreu desemprego antes de 28 de fevereiro de 2015, será regido pela legislação anterior, segundo a qual é necessário ter recebido salário relativo a cada um dos seis meses anteriores à data da dispensa, tendo direito nesse caso ao benefício”, informa a cartilha.

O manual também informa que a comprovação do recebimento dos salários de forma ininterrupta não será necessária para a primeira e a segunda solicitação. “Essa exigência somente é necessária para a terceira solicitação e para as posteriores, nas quais é necessário comprovar os seis salários recebidos em cada um dos últimos seis meses anteriores à data da dispensa”.

Por isso, o trabalhador poderá utilizar outros vínculos empregatícios que estejam dentro do período dos últimos 36 meses, contados da data da dispensa atual, como referência para aumentar a quantidade de parcelas.

A cartilha também traz informações sobre as mudanças na concessão do abono salarial. Segundo a publicação, “para o calendário que se inicia este ano, como o ano-base é 2014, as regras que valerão serão as que estavam em vigor anteriormente”. As novas regras “serão exigidas para o calendário de pagamento que tem início em julho de 2016 e que tem como ano-base o ano de 2015”.

Antes, quem trabalhava somente um mês e recebia até dois salários mínimos tinha acesso ao abono salarial. Agora, o tempo será de no mínimo seis meses ininterruptos. Outra mudança será o pagamento proporcional ao tempo trabalhado, do mesmo modo que ocorre atualmente com o décimo terceiro salário, já que, pela regra atual, o benefício era pago igualmente para os trabalhadores, independentemente do tempo trabalhado.

A cartilha com todas as informações está no site do Ministério do Trabalho.


Fonte: Agência Brasil

Carnaval fora de época de Guaíba deve receber mais de 30 mil pessoas

Quem gosta de carnaval tem que estar em Guaíba no sábado, 28, para assistir uma das maiores festas populares da região metropolitana de Porto Alegre e a maior da cidade. O desfile das escolas de samba ocorre  na Avenida Nestor de Moura Jardim, todos os anos  batizada de Passarela Liberato Garcia,  em homenagem ao primeiro carnavalesco de Guaíba.

Realizado em três etapas, o carnaval de Guaíba elegeu a corte no Baile Municipal em 31 de janeiro e no último domingo,22  fez a muamba. Agora é o grande momento em que as quatro escolas de samba levam para a avenida o resultado do trabalho. Desfilam Academia de Samba Cohab-Santa Rita, Escola de Samba Tradição de Guaíba, Sociedade Esportiva Recreativa Império Serrano e a Estado Maior da Colina além dos blocos Palma da Mão, Junto e Misturado e Comunidade em Ação Saúde em Movimento.


Ordem dos desfiles
Império Mirim: 21h15
Desfile da Corte: 21h35
Bloco Palma da Mão: 21h50
Bloco Junto e Misturado e Bloco Comunidade em Ação e Saúde em Movimento: 22h20
Tradição: 22h50(quarta colocada)
Colina: 00h05(terceira colocada)
Império: 01h20(vice-campeã)
Academia: 2h35(Campeã 2014)


Do julgamento das escolas
Tema Enredo: Fabiana Vasconcelos e Dircei R. Motta Brum
Fantasia: Simone Fernandes e Abdná Florencia de Matos
Samba Enredo: Gerson Moreira de Souza
Bateria: Júlio Lucena (Mestre Inho) e Gilnei Borba Soares (Mestre Patê)
Mestre Sala e Porta Bandeira: Alexandre Barbosa e Iara Rosa
Harmonia Musical: Silfarnei da Silva Alves e Claudio Barulho
Alegorias e Adereços: Maria Inês Schmidt e Valdinei Nascimento
Evolução: Tulia Beatriz da Silva e Ademir Conceição
Comissão de Frente: Raquel Nunes e Otavio Frota Jr.


Da estrutura
Com 300 metros de extensão, mais as áreas de concentração e dispersão, a  Passarela de Samba Liberato Garcia conta com quinze camarotes com capacidade para 40 pessoas cada um, três palanques, sendo um para jurados e outros dois para autoridades e três módulos de arquibancadas, com capacidade para quatro mil pessoas. A energia para os 100 mil vatts de sonorização e  80 mil vatts em iluminação é fornecida por gerador. A estrutura totaliza mais 90 toneladas em ferro e equipamentos.

Para atender a parte de alimentação tem doze bancas mais vinte vendedores ambulantes no circuito oficial.

Equipes de saúde, ambulâncias, agentes de trânsito, banheiros químicos,Gabinete Municipal de Gestão Integrada, Brigada Militar, Bombeiros e equipes do Turismo e Cultura completam a estrutura do carnaval 2015 de Guaíba

O evento é realizado pela Prefeitura de Guaíba em parceria com a Associação das Entidades Carnavalescas de Guaíba (AECEGUA).


Fonte: Secretaria de Turismo e Cultura de Guaíba

Aneel aprova reajuste das bandeiras tarifárias a partir de 1º de março

Aneel aprova reajuste das bandeiras tarifárias a partir de 1º de março | Foto: Marcello Casal Jr / ABr / CP 
 
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta sexta o reajuste dos preços das bandeiras tarifárias, que colocam um acréscimo mensal no valor das contas de luz sempre que a energia gerada no País fica mais cara. A medida aprovada hoje transfere dos reajustes tarifários para o regime de bandeiras os custos do sistema com o chamado risco hidrológico e outros gastos.

O valor da bandeira vermelha aumentará dos atuais R$ 3 para R$ 5,50 a cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos no mês, o que significa um reajuste de mais de 83%. Para a bandeira amarela, a cobrança adicional deverá subir de R$ 1,50 para R$ 2,50 por 100 kWh. Os novos valores entram em vigor no dia 1º de março e as empresas deverão realizar campanhas publicitárias sobre o regime.

Segundo a Aneel, para o próximo mês, a bandeira tarifária em todo o País será vermelha. Com a mudança aprovada hoje, uma conta de R$ 65,20, que atualmente sobe para R$ 70,09 na bandeira vermelha, chegará a R$ 74,15 com o novo aumento, quase R$ 9 a mais. Na bandeira amarela, essa mesma conta de R$ 65,20 subiria hoje para R$ 67,65 considerando o preço atual, mas chegará a R$ 69,27 com a alteração.

Os valores consideram que o consumo médio do brasileiro é de 163 kWh por residência, segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), e que a tarifa média do consumidor residencial, de acordo com a Aneel, é de R$ 400 por megawatt-hora (MWh). Além disso, o aumento do valor das bandeiras tarifárias impactará na mesma proporção as receitas mensais das empresas de distribuição. Em um mês de bandeira vermelha, o valor adicional pago pela população, que atualmente é de cerca de R$ 800 milhões, saltará para R$ 1,460 bilhão.

Na bandeira amarela, a cobrança extra passa de R$ 400 milhões para R$ 666 milhões por mês. Outra mudança no regime é a uniformização das bandeiras em todo o território nacional a cada mês. Até então, cada região poderia ter uma bandeira própria, embora desde agosto do ano passado todas as regiões se mantenham no indicativo vermelho. Mas em julho do ano passado, por exemplo, apenas a região Sul esteve em bandeira amarela, enquanto o resto do País estava em bandeira vermelha. A cobrança do adicional nas contas de luz começou apenas em janeiro de 2015. Os Estados do Amapá, Roraima e Amazonas não entram no regime de bandeiras, por não estarem totalmente integrados ao Sistema Interligado Nacional (SIN).  


Fonte: AE

Caixa suspende novos contratos do programa Minha Casa Melhor

A Caixa Econômica Federal confirmou a suspensão do programa Minha Casa Melhor, que facilita a compra de móveis e eletrodomésticos. O banco informou que novas contratações estão sendo discutidas para uma nova fase do programa, mas não informou detalhes nem prazos. Para os beneficiários que já tem cartão referente a contratos realizados não haverá mudanças.

Lançado em 2013, o programa facilita a aquisição de bens conforme as necessidades das famílias inscritas no Minha Casa, Minha Vida. A Caixa oferece a cada beneficiário do programa habitacional do governo crédito subsidiado de até R$ 5 mil para compra de móveis e eletrodomésticos, a juros de 5% ao ano e prazo de pagamento em 48 meses.

Sobre a suspensão a Caixa distribui apenas um nota com o posicionamento do banco. “Novas contratações do Minha Casa Melhor estão sendo discutidas no âmbito do programa Minha Casa Minha Vida fase 3. Os cartões referentes a contratos já realizados continuam operando normalmente”, diz.


Fonte: Agência Brasil

Guaíba se prepara para tomar a Avenida Nestor de Moura Jardim e sambar até o amanhecer neste sábado



Depois do sucesso da Muamba no último final de semana, Guaíba se prepara para tomar a Avenida Nestor de Moura Jardim e sambar até o amanhecer neste sábado, dia 28 de fevereiro.  A passarela Liberato Garcia contará com grande estrutura para receber a população e as entidades Carnavalescas que participarão do desfile. 

                Além do Palanque Oficial e do Palanque dos Jurados, serão mais quatorze Camarotes e quatro módulos de arquibancada, estas, totalizando 120m². O gradil disposto na Avenida chegará a 1.000 m², em vista de que as escolas estarão sendo avaliadas em um espaço de 300m² (do início à dispersão).

                Visando realizar um evento à altura dos esforços e do espetáculo que cada Escola está preparando, serão utilizados 100 mil watts de luz e 80 mil watts de som. Ônibus extras, banheiros químicos, doze espaços para Praça de Alimentação, ambulantes e a presença da Brigada Militar, PPCI e Ambulância  estarão presentes no grande dia para promover bem estar, suporte e segurança à população. 

                Abaixo, seguem os quesitos que serão avaliados e o nome dos Jurados responsáveis por de cada um deles:

·         Tema Enredo: Fabiana Vasconcelos e Dircei R. Motta Brum
·         Fantasia: Simone Fernandes e Abdná Florencia de Matos
·         Samba Enredo: Gerson Moreira de Souza
·         Bateria: Júlio Lucena (Mestre Inho) e Gilnei Borba Soares (Mestre Patê)
·         Mestre Sala e Porta Bandeira: Alexandre Barbosa e Iara Rosa
·         Harmonia Musical: Silfarnei da Silva Alves e Claudio Barulho
·         Alegorias e Adereços: Maria Inês Schmidt e Valdinei Nascimento
·         Evolução: Tulia Beatriz da Silva e Ademir Conceição
·         Comissão de Frente: Raquel Nunes e Otavio Frota Jr.

Horários dos desfiles:

Império Mirim: 21h15
Desfile da Corte: 21h35
Bloco Palma da Mão: 21h50
Bloco Junto e Misturado e Bloco Comunidade em Ação e Saúde em Movimento: 22h20
Tradição: 22h50
Colina: 00h05
Império: 01h20
Academia: 2h35

Bloco de Luta organiza ato para a próxima terça-feira em Porto Alegre

Último protesto ocorreu no dia 24 de fevereiro | Foto: Samuel Maciel
 
O Bloco de Luta pelo Transporte Público organiza mais um protesto pedindo a redução da passagem de ônibus em Porto Alegre. O ato, marcado para a próxima terça-feira, deve ocorrer em frente à empresa Carris, na rua Albion, no bairro Partenon.

Mais de 450 pessoas já confirmaram presença através das redes sociais. No convite, os organizadores afirmam que “é o trabalhador pobre, negro e da periferia que mais sofre com o roubo que é o preço da passagem e a péssima estrutura e qualidade do transporte público”.

O evento foi denominado de “4º ato contra o aumento da passagem: em solidariedade à luta das comunidades da periferia”. A passagem de ônibus passou de R$ 2,95 para R$ 3,25. Os empresários pediam reajuste ainda maior. Segundo a ATP, o preço ideal era de R$ 3,49.
 
 

Sulpetro afirma que 60% dos postos do interior do RS estão sem combustíveis

Orientação do Sulpetro é que os carros Flex utilizem etanol, enquanto ainda haver estoque | Foto: MP / Divulgação / CP
 
A paralisação dos caminhoneiros provoca graves transtornos no fornecimento de combustíveis no interior do Rio Grande do Sul. De acordo com o presidente do Sindicato Intermunicipal do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes do Estado (Sulpetro), Adão Oliveira, cerca de 60% dos estabelecimentos do interior estão sem combustível.

“Tem certas distribuidoras que não estão nem carregando mais os caminhões. Porque não adianta carregar os veículos, se eles vão ficar retidos. A gasolina comum é a primeira a terminar. Depois passaram a abastecer com a aditivada, que também está acabando. Alguns estabelecimentos não estão atendendo, porque não têm combustíveis”, salientou.

A orientação do Sulpetro é que os carros Flex utilizem etanol, enquanto ainda haver estoque. As regiões mais afetadas pela falta de combustíveis são Missões e Sul. No Norte do Estado, Passo Fundo é um dos poucos locais onde os motoristas ainda encontram combustíveis. Questionado sobre um possível aumento de preço nos valores do litro da gasolina, etanol e diesel, Adão Oliveira garantiu que o mais importante é tentar desobstruir as estradas.

“De nada adianta o posto aumentar o preço do litro se não tiver qualquer tipo de combustível. Nossa primeira preocupação é voltar a atender os consumidores”, disse.

A manifestação dos caminhoneiros começou na última segunda-feira. Centenas de rodovias em todo o país estão bloqueadas pela categoria, que pede, entre outras reivindicações, a diminuição no preço do litro do óleo diesel pelo governo federal.
 
 
Fonte: Eduardo Paganella / Rádio Guaíba

Mangueiras de diesel são cortadas para evitar saída de caminhões em Três Cachoeiras

Protesto na BR 101 recebeu intervenção da Força Nacional e dois manifestantes foram presos | Foto: André Ávila
 
Após a intervenção da Força Nacional e da tropa de choque da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR 101, em Três Cachoeiras, manifestantes encontraram uma outra maneira de seguir com o protesto de caminhoneiros no km 25 da rodovia na manhã desta sexta-feira. Mangueiras de diesel dos caminhões foram cortadas para evitar a retirada dos veículos da estrada. A chegada dos policiais aumentou clima de tensão, bombas de gás de lacrimogêneo foram arremessadas contra caminhoneiros e duas pessoas foram presas.

Um helicóptero, 30 viaturas e ao menos 100 homens da Força Nacional e da tropa de choque da PRF foram deslocados para Três Cachoeiras para dispersar o protesto de caminhoneiros. Num primeiro momento, a intervenção dos policiais foi realizada no sentido Torres a Osório e depois no lado inverso. Para evitar que novos pontos de bloqueio se formem ao longo da BR 101, PRF distribuiu viaturas em diversos trechos.

Apesar da iniciativa da Força Nacional, manifestantes invadiram a rodovia, o que precipitou uma discussão entre policiais e caminhoneiros. Um motoristas teve de ser arrastado depois de se negar a deixar a estrada. O Corpo de Bombeiros também foi acionado para auxiliar na retirada do bloqueio.

Três Cachoeiras foi uma das cidades que ganhou notoriedade nacional por conta do protesto de caminhoneiros. A PRF considerou a manifestação na cidade como a maior do País. Mais de 2 mil caminhões ficaram parado na BR 101. A prefeitura do município chegou a servir um almoço a 900 motoristas na paróquia São José, localizada na rua Francisco Hipólito Rolim.

Outras 12 rodovias federais seguem bloqueadas no Rio Grande do Sul. A categoria manifesta contra o aumento de combustível, e reivindica melhorias nas estradas e a criação de uma tabela com preços fixos a serem cobrados pelo frete por quilômetro rodado, não mais por viagem.

Confira os pontos de bloqueio

BR 101 km 53 - Terra de Areia
BR 101 km 25 - Três Cachoeiras
BR 116 km 612 Arroio Grande
BR 116 km 397 - Camaquã
BR 116 km 401 - Camaquã
BR 116 km 389 - Camaquã
BR 116 km 529 - Pelotas
BR 116 km 454,7 - São Lourenço do Sul
BR 116 km 465 - São Lourenço do Sul
BR 116 km 114- São Marcos
BR 153 km 386,2 - Cachoeira do Sul
BR 158 km 202 - Cruz Alta
BR 158 km 265 - Júlio de Castilhos
BR 158 km 243 - Julho de Castilhos
BR 285 km 337 - Carazinho
BR 287 km 397 - Santiago
BR 287 km 331 - São Vicente do Sul
BR 290 km 215 - Pantano Grande
BR 293 km 125 - Candiota
BR 386 km 41 - Frederico Westphalen
BR 386 km 50 - Seberi
BR 392 km 122 - Canguçu
BR 392 km 658 - Cerro Largo
BR 392 km 638 - Guarani das Missões
BR 392 km 76 - Morro Redondo
BR 468 km 0 - Palmeira das Missões
BR 471 km 137 - Santa Cruz do Sul
BR 472 km 115 - Boa Vista do Buricá  


Fonte: Mauren Xavier / Correio do Povo

Força Nacional chega a Três Cachoeiras para desbloquear rodovia

Força Nacional chega a Três Cachoeiras para desbloquear rodovia | Foto: André Ávila
 
Trinta viaturas e 100 homens da Força Nacional chegaram na manhã desta sexta-feira a Três Cachoeiras para dispersar o protesto de caminhoneiros que ocorre no km 25 da BR 101. A ação ocorre após a negativa da categoria em negociar com o governo as propostas divulgada nessa quarta e quinta-feira. Houve um princípio de discussão e um dos caminhoneiros envolvido na manifestação teve de ser arrastado.

Os policiais realizam a operação no sentido Torres a Osório e depois no lado inverso. Para evitar que novos pontos de bloqueio se formem ao longo da BR 101, Polícia Rodoviária Federal (PRF) distribuiu viaturas em diversos trechos. Ainda não há previsão para liberação total da rodovia, que também está bloqueada no km 53, já na cidade de Terra de Areia.

Três Cachoeiras foi uma das cidades que ganhou notoriedade nacional por conta do protesto de caminhoneiros. A PRF considerou a manifestação na cidade como a maior do País. Mais de 2 mil caminhões ficaram parado na BR 101. A prefeitura do município chegou a servir um almoço a 900 motoristas na paróquia São José, localizada na rua Francisco Hipólito Rolim.

Apesar da intervenção da Força Nacional e da PRF, outras 12 rodovias federais seguem bloqueadas no Rio Grande do Sul. A categoria manifesta contra o aumento de combustível, e reivindica melhorias nas estradas e a criação de uma tabela com preços fixos a serem cobrados pelo frete por quilômetro rodado, não mais por viagem.

Confira os pontos de bloqueio

BR 101 km 53 - Terra de Areia
BR 101 km 25 - Três Cachoeiras
BR 116 km 612 Arroio Grande
BR 116 km 397 - Camaquã
BR 116 km 401 - Camaquã
BR 116 km 389 - Camaquã
BR 116 km 529 - Pelotas
BR 116 km 454,7 - São Lourenço do Sul
BR 116 km 465 - São Lourenço do Sul
BR 116 km 114- São Marcos
BR 153 km 386,2 - Cachoeira do Sul
BR 158 km 202 - Cruz Alta
BR 158 km 265 - Júlio de Castilhos
BR 158 km 243 - Julho de Castilhos
BR 285 km 337 - Carazinho
BR 287 km 397 - Santiago
BR 287 km 331 - São Vicente do Sul
BR 290 km 215 - Pantano Grande
BR 293 km 125 - Candiota
BR 386 km 41 - Frederico Westphalen
BR 386 km 50 - Seberi
BR 392 km 122 - Canguçu
BR 392 km 658 - Cerro Largo
BR 392 km 638 - Guarani das Missões
BR 392 km 76 - Morro Redondo
BR 468 km 0 - Palmeira das Missões
BR 471 km 137 - Santa Cruz do Sul
BR 472 km 115 - Boa Vista do Buricá  


Fonte: Mauren Xavier / Correio do Povo

Sem roupas, ciclistas fazem protesto pelas ruas da Cidade Baixa

Massa Crítica protesta contra demora no julgamento do Ricardo Neis, suspeito de atropelar 11 pessoas | Foto: Ricardo Giusti
 
Com chuva e sem roupas cerca de 30 ciclistas circularam pelas ruas do bairro Cidade Baixa nesra quinta, em Porto Alegre, para protestar contra a lentidão no processo que julga Ricardo Neis, acusado de atropelar 11 pessoas há quatro anos. A concentração do Massa Crítica para a chamada Pedalada Pelada reuniu os integrantes no Largo Zumbi dos Palmares a partir das 19h. Na partida, quase uma hora depois, os ciclistas trocaram as roupas por máscaras e seguiram sem destino pelas vias da Capital. “Queremos mostrar que o corpo não é obsceno. Obscena é a demora da justiça”, explicou um dos membros da Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta (Mobicidade) Marcelo Kalil.

Para a ciclista Gabriele Carapeto, a pedalada também é uma forma de comemorar a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou, na quarta-feira, um recurso do réu Ricardo Neis. O acusado procurava desqualificar o atropelamento dos ciclistas como tentativa de homicídio. “Com certeza a decisão é para ser comemorada, mas isso mostra que a justiça só funciona sob pressão”, observou.

Uma outra mobilização está prevista para acontecer nesta sexta, às 19h, em Porto Alegre. No ano passado, a pedalada com ciclistas nus reuniu 200 pessoas.
 
 
Fonte: Jezica Bruno / Correio do Povo

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Beber café pode diminuir risco de esclerose múltipla, diz estudo

Beber café pode diminuir risco de esclerose múltipla | Foto: Café do Porto / Divulgação / CP Memória 
 
Pessoas que bebem de quatro a seis xícaras de café por dia podem estar menos propensos a desenvolver esclerose múltipla, segundo pesquisa internacional publicada nesta quinta-feira."A ingestão de cafeína foi associada à redução dos riscos das doenças de Parkinson e Alzheimer", afirmou a autora Ellen Mowry, da Universidade Johns Hopkins de Medicina em Baltimore, Maryland. "Nosso estudo demonstra que a ingestão de café pode também proteger contra a esclerose múltipla, reforçando a ideia de que a substância pode ter efeitos protetores para o cérebro", completou.

Um estudo americano e sueco – realizado antes da reunião anual da Academia Americana de Neurologia, em Washington – compararam, cada um, mais de 1 mil pacientes com esclerose múltipla com um número similar de pessoas saudáveis. Os cientistas rastrearam a quantidade de café que os indivíduos com esclerose múltipla ingeriram um, cinco e dez anos antes de os sintomas começarem a aparecer.

Depois de considerar outros fatores como idade, sexo, tabagismo, índice de massa corporal e exposição ao sol, o estudo sueco descobriu que "em comparação com as pessoas que bebiam pelo menos seis xícaras de café por dia um ano antes de os sintomas aparecerem, aqueles que não bebiam café mais de uma vez e meia por dia aumentaram os riscos de desenvolver esclerose múltipla".

Efeitos protetores similares foram observados naqueles que bebiam muito café entre cinco e dez anos antes dos sintomas aparecerem. O estudo americano demonstrou que que "pessoas que não beberam café seriam uma vez e meia mais propensas a desenvolver a doença do que aquelas que beberam quatro ou mais xícaras de café por dia no ano anterior ao aparecimento dos sintomas".

Mais estudos são necessários para determinar se a cafeína presente no café tem algum impacto nos relapsos, incapacidades de longo prazo relacionadas com a esclerose múltipla, uma doença incurável do sistema nervoso central que afeta 2,3 milhões de pessoas no mundo. O estudo foi realizado pelo Conselho de Pesquisa Médica Sueco, pelo Instituto Nacional Americano de Distúrbios Neurológicos e Acidentes Vasculares Cerebrais, pelo Instituto Nacional de Ciências da Saúde Ambiental e pelo Instituto Nacional para o Envelhecimento.  


Fonte: AFP

Agora nossa "aula de artes"...


Prefeito de Guaíba terá que devolver R$ 295 mil aos cofres do município

Foto: Diego Vara / Agência RBS (BD)
 
Por Mateus Ferraz

As contas de 2012 do prefeito de Guaíba, Henrique Tavares (PTB), e do ex-vice-prefeito Marcelo Soares Reinaldo (PDT) foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). No entanto, houve ressalvas quanto a condutas irregulares que geraram custos indevidos ao município. Por isso, o chefe do Executivo guaibense terá que devolver R$ 295,8 mil aos cofres públicos.

O motivo para a devolução dos recursos apontado pelo relator do processo, conselheiro Marco Peixoto, foi o pagamento de horas extras a servidores sem a comprovação da prestação dos serviços extraordinários, a liquidação da despesa com multas de trânsito ocasionadas por servidores sem a apuração da responsabilidade, o pagamento de diárias integrais nos dias de retorno dos deslocamentos e a transferência de recursos a entidades privadas sem finalidade pública.

O Tribunal ainda multou o prefeito Henrique Tavares em R$ 1 mil por não observar as normas constitucionais e legais reguladoras da gestão administrativa. Já Marcelo Soares Reinaldo deve pagar R$ 585 pelo pagamento indevido de diárias.

A decisão foi da 1ª Câmara do TCE e não é definitiva. Cabe recurso ao Pleno do Tribunal. O prefeito Henrique Tavares foi procurado pelo Blog Radar Metropolitano do Grupo RBS, mas não atendeu aos telefonemas.


Fonte: Blog Radar Metropolitano / Clic RBS

 

Mais de 80 pontos de rodovias estão bloqueados no RS

Mais de 80 pontos de rodovias estão bloqueados | Foto: André Ávila
 
Mais de 80 pontos de rodovias no Rio Grande do Sul estão bloqueados, no início da tarde desta quinta-feira. O levantamento foi divulgado pela Polícia Rodoviária Federal e pelo Comando Rodoviário da Brigada Militar. A atualização é referente à tarde, que mostra que a quantidade de bloqueios aumentou no Estado.

De acordo com a PRF, apenas nas rodovias federais 41 pontos estvam bloqueados até as 14h desta quinta-feira. Conforme o CRBM, outros 45 pontos foram fechados por caminhoneiros e não havia previsão de liberação da pista até o início da tarde.  


Criança morre atropelada próximo da Ponte do Guaíba

Uma menina de dez anos morreu atropelada no km 98 da BR 290, em Porto Alegre, próximo da Ponte do Guaíba em um acidente que envolveu três carros. O atropelamento ocorreu por volta do meio dia desta quinta-feira no sentido interior Capital.

No acidente, se envolveram uma Montana, uma Kombi e um veículo Cherry. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista da Kombi, que vinha atrás da caminhonete, tentou desviar para evitar a batida e atingiu a menina no acostamento. Ela e mais dois irmãos estavam indo para a escola, na Ilha do Pavão. As outras crianças não foram atingidas.

Além da criança morta, outras três pessoas ficaram feridas de forma leve no acidente. O motorista da Kombi, um passageiro e o motorista da Montana foram levados para atendimento. Uma faixa da rodovia foi bloqueada, o que causou um engarrafamento de 4 quilômetros.


Fonte: Hygino Vasconcellos / Correio do Povo

McDonald's é acusado de sonegar mais de 1 bilhão de euros

Federações sindicais europeias indicam que os desvios teriam ocorrido entre 2009 e 2013 | Foto: CP Memória
 
O chamado esquema de otimização fiscal implantado pela rede McDonald's na Europa teria permitido ao gigante americano do setor de fast-food sonegar mais de um bilhão de euros em impostos em vários países europeus, entre 2009 e 2013 - alertaram federações sindicais do bloco nesta quarta-feira.

"O McDonald's reduziu, deliberadamente, sua exposição fiscal na Europa por um montante total de mais de 1 bilhão de euros", denunciaram em um comunicado conjunto a Federação Sindical Europeia de Serviços Públicos (EPSU), a Federação Europeia de Sindicatos da Alimentação, Agricultura e Turismo (EFFAT) e a União Internacional de Empregados de Serviços (SEIU).

Essas três organizações calculam que a empresa americana tenha desviado pelo menos 3,7 bilhões de euros de seus estabelecimentos na Europa para sua filial em Luxemburgo McD Europe Franchising. Esta unidade pagou apenas 16 milhões de euros em impostos nesse território entre 2009 e 2013.

Se o McDonald's tivesse pago os impostos nos países de origem das respectivas lojas, desembolsaria pelo menos 1,05 bilhão de euros a mais. "Pedimos à Comissão Europeia, às autoridades das Receitas nacionais, assim como à Comissão Especial do Parlamento Europeu que examinem de perto as práticas fiscais do McDonald's antes de tomarem as medidas adequadas", acrescentaram as três federações sindicais.

Em nota, a McDonald's Europe disse "respeitar as leis em vigor, entre elas o pagamento dos impostos correspondentes em cada país".  


Fonte: AFP

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Avião faz pouso de emergência no hipódromo de Porto Alegre

*Com informações da repórter Samantha Klein

Um avião de pequeno porte fez um pouso de emergência no Hipódromo do Cristal, na zona Sul de Porto Alegre, no final da manhã desta quarta-feira. Estavam na aeronave, que pertence a uma escola de treinamento, duas pessoas, um instrutor e um aluno, que não se feriram.

Ainda não há informações sobre as causas do pouso de emergência. O avião saiu de Torres, no Litoral Norte, nesta manhã. De acordo com a assessoria do hipódromo, não havia ninguém na pista no momento em que ocorreu o pouso.


Fonte: Correio do Povo e Rádio Guaíba

Dilma descarta baixar o preço do diesel

Dilma diz que governo não tem como baixar o preço do diesel | Foto: Elza Fiúza / Agência Brasil / Divulgação / CP
 
A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira que o governo não tem como baixar o preço do diesel. A redução é uma das reivindicações dos caminhoneiros que bloqueiam rodovias de pelo menos nove estados do País. “O governo não tem como baixar o preço do diesel”, disse a presidente em entrevista após participar de cerimônia de entrega de casas do programa Minha Casa, Minha Vida em Feira de Santana (BA).

Dilma defendeu a política de preços do governo para os combustíveis, que não é diretamente vinculado à cotação internacional do petróleo, e disse que a estratégia será mantida. “Passamos 2013 e 2104 sob um conjunto de críticas dizendo que governo e a Petrobras tinham que elevar preço dos combustíveis. Não elevamos, passamos todo o período de US$ 100 a US$ 120 o barril sem mexer significativamente nos preços. E agora também não mexemos, o que fizemos foi recompor a Cide Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico e não elevamos uma vírgula o preço nem abaixamos. A política sempre é melhor quando ela é estável, o que não é possível é submeter o país à política dos preços do petróleo”, argumentou.

O governo tenta negociar o fim da greve dos caminhoneiros. No começo da tarde, uma nova rodada de negociação entre ministros e representantes dos caminhoneiros e de transportadoras vai ocorrer no Ministério do Trabalho.