sábado, 31 de outubro de 2015

Domingo será de nebulosidade na metade Norte e sol no Sul e Oeste do RS

Tendência é de nuvens com abertura de sol em Porto Alegre no domingo | Foto: Cristiano Estrela / CP Memória
 
A nebulosidade cobre o Rio Grande do Sul neste domingo e há possibilidade de chuva e garoa em algumas regiões. A instabilidade deverá se concentrar na metade Norte do Estado, mas as precipitações devem ser irregulares e intercaladas com momentos de melhoria.

Na Metade Sul e no Oeste, a cobertura de nuvens é menor e o sol deve aparecer. Possíveis instabilidades tendem a serem isoladas. Com a influência de ar mais frio em parte do território gaúcho, o domingo será ameno no Estado.

As mínimas rondam os 11°C em São José dos Ausentes e os 12°C em Vacaria, Livramento e Bagé. As máximas, por sua vez, podem chegar a 24°C em Santa Rosa e Uruguaiana.
 
 
Fonte: MetSul

Prefeitos do RS devem pagar em dia o 13º salário

Prefeitos em todos os quadrantes do Estado lutam para não serem “sócios” da crise neste final de ano. Estão conscientes do quão importante será pagar em dia o 13º salário para não agravar ainda mais a economia, emperrada pela recessão, em seus municípios. Com receitas em baixa e despesas em alta, secretários municipais da Fazenda da maioria das 497 cidades conseguirão honrar o benefício até 20 de dezembro. “Em Gravataí, o 13º joga R$ 16 milhões no comércio e serviços”, diz o prefeito, presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal), Marco Alba. Mas a queda do Produto Interno Bruto (PIB) já reduziu o mesmo valor do 13º em retorno do ICMS e Fundo de Participação dos Municípios: R$ 16 milhões.

Gravataí, por isso, abriu prazo à opção de empréstimo no Banrisul aos 4,5 mil servidores para receber o 13º salário — a conta ao banco será paga pela prefeitura. Entre as 14 cidades da Granpal todas devem quitar o 13º no prazo, conforme Alba. Porto Alegre, Esteio, Guaíba, Cachoeirinha, Sapucaia e Alvorada são exemplos. Canoas pagou 50% em junho. Outros prefeitos se preveniram e desde o início do ano provisionaram frações do custo total do 13º.

Em Pelotas, o presidente da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), prefeito Eduardo Leite, conta que a administração “ganhará” o valor correspondente às duas últimas parcelas do 13º a título de rendimento da aplicação das dez parcelas anteriores no sistema financeiro. O 13º para os 10 mil servidores lançará mais de R$ 20 milhões na economia local já no próximo dia 10, data prometida para o pagamento.

Dos 23 municípios da Azonasul, 12 adiantaram a primeira parcela do 13º, informa Leite. Aceguá, Arroio Grande, Canguçu, Chuí, Jaguarão, Morro Redondo, Pedras Altas, Rio Grande, Santana da Boa Vista e Turuçu estão nessa lista. Em Pelotas, o benefício será pago antecipadamente: os funcionários terão acesso ao seu 13º salário no dia 10 de dezembro, promete Leite, que no dia 28 passado pagou os salários de outubro, Dia do Funcionário Público.

Na área da Associação dos Municípios do Nordeste Riograndense (Amunor), o 13° salário será pago pela maioria, informa o prefeito, de Lagoa Vermelha, Getúlio Cerioli. Uma cartilha da Amunor foi distribuída aos 18 prefeitos, com recomendações de contenção: adoção, por exemplo, do turno único de trabalho, corte de CCs, secretarias, horas extras, viagens, patrocínio de festas e bloqueio de 100% dos convênios nos quais a outra parte não repassa recursos.

Estímulo onde há pouco emprego

Para a economia, o 13º salário mais o salário de dezembro representam uma pílula contra a “dor” da recessão. Não trata a doença, mas pode ser importante. Na configuração da Amunor se insere o município de Paim Filho, habitado por 4,5 mil pessoas. “Temos poucos empregos na cidade. O 13º salário significa R$ 500 mil na economia. Esse valor aqui faz a diferença, aquece o consumo, movimenta lojas, minimercados e comércio. Se não pagarmos em dia vamos gerar mais crise”, salienta o prefeito Elton Luiz Dal Moro. O município vive uma fase de aperto. Há seis meses adotou turno único (das 7h às 13h) e cortou o que foi possível nas despesas.

Em Lagoa Vermelha, o 13º salário adicionará R$ 1,8 milhão à circulação monetária da cidade, de acordo com o prefeito Getúlio Cerioli. Na região do Litoral Norte do Rio Grande do Sul, o controle de gastos é prioridade. “Juntamos moedas para manter os compromissos em dia”, frisa o presidente da Associação dos Municípios do Litoral Norte (Amilnorte), o prefeito de Palmares do Sul, Paulo Henrique Mendes Lang. O 13º, no entanto, vai ser pago dentro do prazo em cidades como Osório, Tramandaí, Capão da Canoa, Cidreira e Imbé, entre várias outras.

Em Palmares do Sul, 50% do benefício foi depositado no contracheque dos 400 funcionários do município ainda no primeiro semestre deste ano. Em breve, o mês de dezembro ajudará a economia das cidades. Muitos estimulam contribuintes a antecipar o pagamento do IPTU e começam a receber parte dessa receita. O mesmo acontece com a entrada do IPVA — 50% do valor arrecadado com o imposto pelo Estado é transferido para os municípios. Além desses eventos há o aquecimento geral da economia com a maior circulação de dinheiro.

Esforço é pelo pagamento

Há uma década, lembra o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, atrasar o 13º salário era inevitável a quase 50% das prefeituras. A gestão melhorou. Em 2014 “uma, ou duas prefeituras” não cumpriram a determinação legal no RS. “Não duvidamos da boa vontade dos prefeitos, mas ninguém vai dizer que pode atrasar salário, ainda mais num ano véspera de eleições municipais. O fato é que todos querem pagar em dia e estão se esforçando neste sentido”, analisa Ziulkoski.

Segundo ele, no Brasil, o atraso médio no pagamento de municípios a fornecedores é de cinco meses. De 100% do bolo tributário nacional, o pedaço dos municípios é pequeno: 23%. São 6% de receitas próprias (ISSQN, IPTU, ITBI e taxas como iluminação pública e lixo), 6% de transferências de programas do Estado e União e 11% das transferências constitucionais (ICMS, IPVA, FPM, IPI Exportação, ITR e Lei Kandir). Todas as receitas das transferências estão em queda, frisa Ziulkoski, por obra da recessão. “Dezembro é difícil financeiramente pelo pagamento de dois salários e adiantamento de férias, mais um terço do salário a professores e outros funcionários”, cita.

Fonte: Heron Vidal / Correio do Povo

Fica a Dica


Asteroide do tamanho de quatro campos de futebol passa neste sábado próximo à Terra

Um grande asteroide, do tamanho de quatro campos de futebol, vai aproximar-se neste sábado da Terra, quando cientistas de todo o mundo preparam-se para presenciar um fenômeno raro que só acontece a cada 10 anos.

“Parece um ponto de luz. O olho humano não o consegue ver e o melhor é utilizar um pequeno telescópio para ver aquele corpo celeste tão brilhante”, explicou Paul Chodas, diretor do Centro de Objetos Próximo da Terra da Agência Espacial dos Estados Unidos (Nasa), em Pasadena, Califórnia.

Às 15h (no horário de Brasília), o asteroide vai passar a 490 mil quilômetros da Terra, ou seja, a uma distância pouco maior daquela que separa a Lua da Terra, segundo dados da Nasa. Com um diâmetro de 400 metros, o Asteroide 2015 TB145 vai passar pela órbita terrestre a uma velocidade de 126 mil quilômetros/hora, sem representar uma ameaça para o planeta.

“É um evento raro. Os asteroides deste tamanho, tão grandes, não passam tão próximo da Terra assim tantas vezes. Diria que ocorre mais ou menos uma vez em cada dez anos”, disse o astrônomo.

O corpo celeste foi descoberto em 10 de outubro por um telescópio no Havai (Estados Unidos) e desde então os cientistas têm feito cálculos para precisar a sua órbita. Os cientistas da Nasa informam que a influência gravitacional do asteroide não terá nenhum efeito na Terra.

Fonte: Agência Brasil

Parabéns!!!


sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Combustíveis devem sofrer novo aumento em novembro

Aumento no preço do etanol vai empurrar também valor de gasolina e diesel nos postos | Foto: André Ávila / CP Memória
 
Os consumidores podem esperar mais um aumento no valor dos combustíveis a partir deste domingo. A expectativa do mercado é que após o dia 1º de novembro a gasolina tenha reajuste de R$ 0,10, o etanol de R$ 0,20 e o diesel de R$ 0,04. Dessa forma, o preço do etanol ficará muito próximo do valor da gasolina, dificultando a venda do produto. “Essa será a primeira vez que haverá essa proximidade dos preços, e para abastecer com o álcool é preciso uma diferença maior para ser benéfico”, explica Neco Argenta, diretor-presidente da Rede Sim, a maior do país com mais de cem postos no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

Somente em outubro, o aumento no preço do etanol cobrado do consumidor final foi de 25%. A estimativa é que o reajuste agora seja de 5% a 6%. Atualmente, o valor nos postos de Porto Alegre está, em média, em R$ 2,681, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo. A gasolina, após o anúncio de aumento de 6% no início de outubro por parte das refinarias, teve acréscimo de outros 3% até sexta-feira passada, devido à alta do anidro por parte das distribuidoras. A substância compõe 27% da gasolina. Com isso, o preço cobrado nos postos da Capital é, em média, de R$ 3,488.

Todo esse aumento é repassado ao consumidor, pois as distribuidoras afirmam não ter mais margem para trabalhar. Com as consecutivas altas, a redução de consumo foi de 10% desde o início do ano. “Em toda a cadeia do produto, a parte mais fraca é o revendedor. Por menor que seja o reajuste, o impacto é mais do que econômico, é também psicológico. Porque a população vê constantes aumentos em diversos produtos”, avalia Argenta. A rede, com bandeiras Shell, Petrobras, Ipiranga e ALE, espera ajustar as bombas até a próxima quarta-feira.
 
 

RS terá muitas nuvens e chance de chuva neste sábado

Instabilidade avança e deve seguir ao longo da próxima semana | Foto: André Ávila / CP Memória
 
Muitas nuvens cobrem o Rio Grande do Sul neste sábado e há possibilidade de chuva e garoa em várias regiões, notadamente no Centro, Norte e Leste do Estado. No Oeste, o tempo deve ficar seco e destaca-se que a chuva deve ser muito irregular, logo as precipitações devem ter má distribuição e é possível que em várias cidades sequer chova.

Como a instabilidade será pouco organizada, aberturas de sol ocorrem em algumas áreas. O abafamento cede na Metade Norte e grande parte do Rio Grande do Sul terá um dia de temperatura mais agradável, sem o calor de quinta e sexta.

As mínimas rondam os 14°C em São José dos Ausentes e os 15°C em Vacaria. As máximas, por sua vez, podem chegar a 25°C em Santa Rosa.

A instabilidade que retornou nesta sexta segue durante este fim de semana e promete ficar por uma longa sequência de dias. A chuva afetou mais as cidades do Oeste e do Sul. Nuvem arco avançou sobre Pelotas. Até domingo, alcança a maior parte do Estado, mas ocorrem aberturas neste fim de semana em diversos pontos.

De acordo com os modelos, a instabilidade no Rio Grande do Sul persiste até, ao menos, a sexta-feira da próxima semana. No período, a chuva atingirá mais Centro, Norte e Leste do Estado com volumes até localmente altos. A Capital e área metropolitana estão na zona que deve ter instabilidade frequente. A chuva, em regra, será fraca a moderada, contudo pode ser localmente forte em alguns momentos. Com o predomínio do tempo instável, a temperatura ficará abaixo da média na primeira semana de novembro.  


Fonte: Metsul

Governo eleva juros máximos do crédito para beneficiários do INSS

Aposentados e pensionistas da Previdência Social vão pagar mais caro por empréstimos consignados a partir do início de novembro. O Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) aprovou, nessa quinta-feira, as novas taxas limites. Para empréstimo pessoal, o percentual passa de 2,14% para 2,34%. Para empréstimos feitos pelo cartão de crédito, a taxa sai de 3,06% para 3,36%. A mudança passa a valer somente com a publicação no Diário Oficial da União, na próxima semana.

Segundo o Ministério da Previdência Social, desde maio passado, o conselho já debatia o aumento dos juros. As instituições financeiras queriam taxa limite de 2,48% para o empréstimo pessoal e 3,49% para a modalidade cartão de crédito, mas segundo o ministério, tiveram o pedido negado.

No último dia 22, o Diário Oficial da União publicou a lei que eleva o limite de renda que pode ser comprometido com crédito consignado, descontado em folha de pagamento. O limite passou de 30% para 35%. O percentual adicional de 5% só pode ser destinado para pagar dívidas de cartão de crédito ou para saque por meio de cartão.


Fonte: Agência Brasil

Enchentes: após fotos polêmicas no Facebook, Defesa Civil explica depósito improvisado de doações

Fotos foram publicadas no Facebook por uma servidora pública. Foto: Reprodução
 
Depois que uma servidora pública divulgou, no Facebook, fotos de roupas, calçados e fogões espalhados em um espaço do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), a Defesa Civil do Rio Grande do Sul divulgou explicações oficiais sobre o flagrante. Conforme o coordenador do órgão, o local teve de ser destinado, provisoriamente, à triagem de agasalhos doados pela população.

O coronel Alexandre Martins garante que o depósito da Defesa Civil para roupas de inverno opera lotado. Ele fala que, em função disso, o espaço do Caff passou a ser usado para separar materiais que serão aproveitados ou descartados pelo órgão. “Boa parte é resíduo da triagem. O material vai ser destruído e descartado porque muitos agasalhos estão sujos ou rasgados. No caso dos calçados, alguns vêm sem o par correto”, sustenta.

Sobre a presença de cobertores, Martins explica que roupas de cama sujas também não podem ser entregues às famílias atingidas pelas enchentes. Nem a Defesa Civil nem as famílias, nesse caso, conseguem lavar as peças em meio ao período de emergência, sustenta o coordenador. Também há fogões estragados que devem ser corretamente descartados, complementa.

A solicitação por alimentos não perecíveis, água e produtos de limpeza persiste. Martins esclarece, porém, que a Defesa Civil não está mais recebendo roupas e colchões.

Leia na íntegra a nota da Defesa Civil Estadual:

Nota de esclarecimento

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul, também responsável pela Central de Doações do Governo do Estado, gostaria, primeiramente, de agradecer a solidariedade dos gaúchos. Ao longo do último mês enfrentamos uma situação excepcional, grande parte do nosso Estado foi atingido por uma série de eventos adversos, que prejudicaram milhares de pessoas. Os que não foram atingidos demonstraram, mais uma vez, o quanto somos um povo unido, que sabe ajudar e se solidarizar com o próximo.

Milhares de doações chegam a cada dia e a Defesa Civil trabalha incansavelmente na entrega desses materiais. Ao todo já foram distribuídos, oriundos da Central de Doações, cerca de 20 mil agasalhos, mais de 10 toneladas de alimentos e 10,8 mil itens de higiene. Além disso, foram adquiridos e distribuídos, pelos governos Federal e Estadual, cerca de 20 mil kits de higiene, limpeza, dormitórios e cestas básicas, além de 20 mil unidades de telhas e lonas.

Em razão de uma informação erroneamente divulgada nas redes sociais, sobre um possível descaso com as doações, cabe aqui ressaltar que tudo que chega é triado por uma equipe de voluntários. Eles analisam e classificam cada item, separando alguns inservíveis e deixando aqueles que têm condição de uso, para que as famílias que perderam tudo também recebam materiais que, de fato, possam lhes ajudar. O volume de donativos que chega diariamente é muito grande e, consequentemente e infelizmente, o de materiais inservíveis também.

Feitos os esclarecimentos, informamos ainda que a Defesa Civil segue trabalhando e a Central de Doações recebendo materiais. Quase todas as famílias atingidas já voltaram para suas casas e é neste momento que elas precisam de ajuda até se reestruturar. Novamente ressaltamos que não são mais necessários agasalhos, devido a grande mobilização durante a Campanha do Agasalho deste ano, que adquiriu toneladas de roupas. Os afetados necessitam, principalmente, de alimentos e água, materiais de higiene e limpeza e móveis. Informações podem ser obtidas através dos telefones (51) 3288-6781 e (51) 3210-4219.

A DEFESA CIVIL SOMOS TODOS NÓS!



Fonte:Samantha Klein/Rádio Guaíba
 

Neste dia de Finados utilize vasos com areia e ajude a combater a dengue

A secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância em Saúde, orienta a população sobre os cuidados necessários para evitar a dengue no município, especialmente no dia 2 de novembro, dia de finados.

Nessa data um grande número de pessoas vai ao Cemitério Municipal prestar homenagens aos seus entes queridos, mas o bonito gesto de enfeitar os túmulos é um perigo por causa da dengue. Toda a água dos vasos de flores naturais, os pratinhos dos vasos, o papel que embala as flores e as próprias flores, podem acumular água e isso atrai o mosquito Aedes aegypti, que transforma aquele local num criadouro.

Dê preferência às flores artificiais, mas,  se quiser mesmo as naturais, utilize areia até a borda do vaso ao invés de água. Se for colocar flores sobre o túmulo, não deixe os papéis do enfeite, pois a embalagem pode acumular água. Antes de sair do cemitério verifique se não tem algum pratinho de vaso, copo, lata, garrafa e outro objeto que possa acumular água.


Fonte: Prefeitura Municipal de Guaíba


GUAÍBA: Prefeitura divulga os locais do radar de 03 a 06 de novembro

Locais onde o radar móvel da Secretaria de Mobilidade Urbana de Guaíba estará  de 3/11 a 6/11

Logradouro
Data
SÃO GERALDO, NESTOR DE MOURA JARDIM e NEI BRITO
03/11
SANTA CATARINA, CASTELO BRANCO e VINTE DE SETEMBRO
04/11
NESTOR DE MOURA JARDIM, GETÚLIO VARGAS e NEI BRITO
05/11
SANTA CATARINA, CASTELO BRANCO e VINTE DE SETEMBRO
06/11

Começa nesta sexta a Feira do Livro de Porto Alegre

Começa nesta sexta a Feira do Livro de Porto Alegre | Foto: Mauro Schaefer 
 
Se há um grande orgulho porto-alegrense, este chama-se Feira do Livro. Em 2015, a Feira, considerada a maior a céu aberto em toda a América Latina, aterrissa na Praça da Alfândega conciliando o que há de melhor em termos literários e intelectuais com um quadro de dificuldades que atinge o país e, em particular, o Rio Grande do Sul, da falta de recursos às calamidades trazidas pela natureza. De hoje ao dia 15 de novembro, a Praça vai agregar cerca de 120 expositores, abrigará 700 sessões de autógrafos, além de oficinas, encontros com autores e larga programação artística.

Pela primeira vez em seis décadas, a Feira teve suas instalações inspecionadas pela prefeitura, que, por meio do secretário de Obras, Mauro Zacher, prometeu corrigir problemas de calçamento e iluminação para receber um público estimado em mais de 1 milhão de pessoas. “A praça é o nosso cartão de visitas, para o público local, nacional e do mundo. Temos de ter uma praça limpa e sem problemas estruturais”, lembrou o presidente da Câmara Rio-grandense do Livro (CRL), Marco Cena.

Entre as novidades, está a inauguração do Teatro Carlos Urbim, na Avenida Sepúlveda, em homenagem ao escritor gaúcho falecido em fevereiro deste ano, e a vinda de expoentes internacionais das letras, como Annik Cojean, jornalista francesa que em 2012 lançou obra investigativa revelando detalhes da personalidade do líder líbio Muammar Gaddafi e a prática do estupro como arma de guerra.

E se há novidades, há clássicos que se repetem, como o evento “Tu, Frankenstein”, que desafia autores para uma noite criando histórias de suspense e terror. Neste ano, o encontro acontece dia 7 de novembro nas dependências do Theatro São Pedro, prédio do século 19, adequado para aguçar a imaginação dos participantes na criação de personagens sombrios e assustadores.

Nesta sexta-feira, a partir das 19h, acontece a abertura oficial da Feira, no Teatro Carlos Urbim, com a presença de autoridades e apresentação da Banda Municipal. Para o presidente do CRL, o convite é para que todos se ponham a pensar entre os jacarandás: “Só o livro encurta a distância entre o saber e o executar”.


Sapatos novos para Dilan
Em muitas situações, ouvir a voz da experiência é de grande ajuda. Por isso, o patrono da 61ª Feira do Livro, o escritor, poeta e compositor Dilan Camargo, pretende seguir o conselho que lhe foi dado pelo seu antecessor, Airton Ortiz, patrono da feira no ano passado. Ortiz, em encontro com Camargo no Memorial do Rio Grande do Sul, recomendou que o novo patrono percorra todas as bancas da feira, para conversar e estimular os livreiros a continuarem investindo na ideia. “Esta era uma reclamação recorrente dos livreiros, o distanciamento do patrono. Vale gastar a sola de um sapato”, ensinou Ortiz.

Nascido em Itaqui, hoje aos 66 anos, Dilan estreou na literatura com a coletânea poética “Em Mãos”, em 1976, e já publicou vários outros livros de poemas e infantis, como “Diário sem Data de uma Gata” e “O Embrulho do Getúlio”. “Não há presente maior para um escritor do que ser eleito patrono da Feira do Livro”, afirmou o anfitrião emocionado ao prometer comprar sapatos novos para encarar a empreitada.
 
 

GUAÍBA: Candidatos ao Minha Casa Minha Vida têm 10 dias para acertar documentação

A Caixa devolveu a documentação de 82 candidatos ao Programa Minha Casa Minha Vida, devido a problemas na documentação. Veja se o seu nome está lista do edital abaixo e procure a Secretaria de Assistência Social. A pessoa tem um prazo de DEZ dias, a contar da data da publicação do edital de convocação no Jornal Gazeta Centro-Sul, de Guaíba.

Prefeitura Municipal de Guaíba
Estado do Rio Grande do Sul
“Nossa História, Nossa Força”
Gestão 2013/2016.
Secretaria Municipal do Planejamento e Coordenação

Edital de Convocação


A Prefeitura Municipal de Guaíba, por meio de sua Secretaria de Planejamento e Coordenação, torna público por este edital, que os 700 nomes classificados pelo banco cadastral digital, em software do PMCMV, referente ao empreendimento a ser construído na Vila São Francisco, denominado Bom Fim I, II e III do  Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), e, enviados à Caixa Econômica Federal - CEF, foi encontrado incompatibilidade dos dados cadastrais em 82 nomes.
Convocamos a(o) Sr. (Sr.ª), com nome constante na lista publicada, para que no prazo de 10 dias, a partir da data da publicação deste edital, comparecer à Secretaria Municipal de Assistência Social – SMAS, com endereço na Rua Serafim Silva, 50, Centro, Guaíba, RS, das 08:00 hs às 12:00 hs e das 13:00 hs às 17:hs, de segunda a sexta, para revisar seus dados, levando toda documentação referente ao cadastro do CADÚNICO (Nº do NIS).
Caso não haja o seu comparecimento na SMAS, para revisão cadastral, no prazo determinado, o(a) Sr. (Sr.ª) será excluído do PMCMV, conforme determinação da Caixa Econômica Federal-CEF.
Guaíba, 30/10/2015

   Henrique Tavares
  Prefeito de Guaíba                                              Jocir Panazzolo
                                                            Secretário Municipal do Planejamento

Pessoas que devem comparecer na Caixa

ADRIANA DE SOUZA ROSA
ADRIANA MASSENA SARAIVA
ALINE DE SOUZA DA SILVA
ANA MARIA SILVA FIGUEIREDO
ANA PATRÍCIA SOUZA PAULO
ANDERSON SILVA DE OLIVEIRA
ANDREA DA SILVA DIAS
ANDREIA ADOLFO DA SILVA
ANDREIA CARVALHO DA SILVA
BETÂNIA DA SILVA CORREA
CAMILA DA SILVA KNEVITZ
CARLA JAQUELINE FERREIRA
CARMEM LUCIA MEDEIROS JACOBSEN
CAROLINE BORTOLIN FERREIRA
CELOI LIMA DE SOUZA
CLAUDIA MARIA WICHINEWSKI XAVIER
CLEUSA REJANE TEIXEIRA BARBOSA
DAIANA BONEBERG DE OLIVEIRA
DAIANE DA SILVA VIEGAS
DAIANE SILVA DA ROCHA
DAISY IRENE CALDEIRA DE OLIVEIRA
DANIELA JACOBSEN
DEISE FRANCIELE SILVA FELLES CORREA
DENISE LUZ DA ROCHA
ELIANA DOS SANTOS FRANCO
ELINI DA COSTA GRIEP RODRIGUES
ERIVELTO DE CALDAS OLIVEIRA
EVA JAQUELINE NUNES DORNELLES
FABIANA OLIVÉRIO MORAES
FRANCISCA VALES DA COSTA
GENECI CORREIA PIRES
GERSON ABREU DA SILVA
GILCA VERIDIANA BRAGA ALVES
GISLAINE DA SILVA CARVALHO
IARA DA SILVA DIAS QUADROS
ILDARA SILVA ROSA
JAK-LINE CAMARGO GRIMALDI DA SILVA
JANE DE ANDRADE MOTTA
JAQUELINE CAVALHEIRO OLGINI
JESSICA COSTA DE OLIVEIRA
JULIANA DA SILVA ALTEMBURG
JULIANA DOS SANTOS DIAS
KATIA CILENE CLEMENTE DE ALMEIDA
LAIS MACHADO ZAMBELLI
LAURETE GUIMARÃES DE LIMA
LIDIANE REBELO CORREA
LIGIA MARIA MAGALHÃES DA SILVA
LIVIANE DOS SANTOS
LORECI GUERRA
LUCIRENE MUNHOZ CORRÊA
MARCIA DA SILVA DIAS
MARIA DE FÁTIMA VIEIRA DOS SANTOS
MARIA ELOÍSA LEMOS
MARIA LEONI CARDOSO DOS REIS
MARIA LEOPOLDINA SOARES ALMEIDA
MARIA ONILDA DOS SANTOS MOLINA
MARIBEL CRISTINA LIRIO DA ROCHA
MARLISE CRISTIANE RODRIGUES
MICHELE CRISTINA RODRIGUES DOS SANTOS
NEIDI DO VAL DE VASCONCELOS
ODETE GONÇALVES FERNANDES
PRISCILA MALLMANN EICH
RAQUEL RODRIGUES CARVALHO
RITA DE CÁSSIA CESAR BARCELLOS
ROSA MARIA MORAES DIAS
ROSA MARIA PEREIRA
ROSELAINE SILVEIRA SANTOS
ROSELÍ CAMPOS DA SILVEIRA
SANDRA MARIA BARBOSA MARIA
SANTA TERESINHA RODRIGUES DE LIMA
SHEISE CHAVES RIBEIRO CORRALES
SILVIA REGINA PAZ
SIMONE PRADO DE FARIAS
SIRLEI ALVES BRAGA
STEPHANIE MENEZES WITTZORECKE
TAUANA LUCAS OLIVEIRA
TERESINHA RODRIGUES FERREIRA
TEREZA ABADY  DA PAZ
TEREZA DA SILVA SANTOS
THAMYRIS DE MATTOS IBEIRO
VALÉRIA DA SILVA DE AZAMBUJA
VIVIANE ALTEMANN DA SILVEIRA


 


Aneel mantém bandeira vermelha para o mês de novembro

Ação implica um acréscimo de R$ 4,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos em todos os Estados | Foto: André Avila / CP Memória
 
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta sexta-feira, que a bandeira tarifária válida para o mês de novembro continuará sendo de cor vermelha. A bandeira vermelha implica um acréscimo de R$ 4,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos em todos os Estados, exceto Amapá e Roraima, que ainda não estão conectados ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

Desde o início do ano, o custo de energia está mais caro para o consumidor. A bandeira vermelha representa a existência de condições mais adversas para a geração elétrica no País. Há ainda a bandeira amarela, quando a cobrança adicional é de R$ 2,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos, e a bandeira verde, sem custo adicional.

O sistema de bandeiras tarifárias, implementado com o intuito de alertar o consumidor a respeito do custo corrente de geração, além de dividir com ele esse custo, já passou por duas correções de valores desde o início do ano. O valor adicional cobrado na bandeira vermelha foi estabelecido inicialmente em R$ 3 para cada 100 kWh. A partir de março, três meses depois do início da cobrança, o preço foi elevado para R$ 5,50 para cada 100 quilowatts-hora consumidos com bandeira vermelha. Em setembro, o valor implícito na bandeira vermelha caiu para R$ 4,50 a cada 100 kWh consumidos.  

Fonte: AE

ATENÇÃO!!! Está circulando nas redes sociais, principalmente em grupos populares no Facebook, a informação de novo protesto dos moradores das ilhas do Guaíba. Até o momento a informação não é confirmada pela Concepa e PRF-RS

Reprodução Twitter

Fortunati garante construção de casas emergencias na região das ilhas

Prefeitura também vai auxiliar no reforço de estruturas de algumas residências | Foto: Ricardo Giusti / PMPA / CP
 
*Com informações da repórter Vitória Famer

Em visita às ilhas do bairro Arquipélago, nesta sexta-feira, em Porto Alegre, o prefeito José Fortunati anunciou que casas emergenciais serão construídas para moradores que tiveram suas residências comprometidas em função das chuvas. Acompanhado da esposa, a deputada estadual Regina Becker Fortunati e de agentes da Defesa Civil, o prefeito da Capital visitou as áreas mais afetadas pelas enchentes que deixaram milhares de gaúchos desabrigados.

“Com a nossa equipe da Defesa Civil e do Departamento Municipal de Habitação (Demhab), estamos vendo a situação concreta de cada uma das casas. Várias delas estão completamente comprometidas, não tem como as famílias morarem. Vamos construir algumas casas de emergência, que são de boas qualidade, para que elas possam morar com dignidade, e outras vamos reforçar a estrutura. Tudo isso com a nossa equipe do Departamento Municipal de Habitação”, garantiu Fortunati.

Na casa da Ana Czerwinski, o piso cedeu porque o contato com a água apodreceu a madeira. Ela já tinha começado a construir uma moradia de alvenaria no mesmo terreno. Mas tudo o que estava dentro da construção de madeira foi perdido. “Móveis, eletrodomésticos, essas coisas, eu dependo de doações. O dinheiro que ganho com as faxinas que eu faço está todo comprometido para construir a casa nova. Mas o povo de Porto Alegre mostrou que a gente pode contar com a bondade dos outros, né?”, disse sorrindo.

Cátia Simone Araújo ficou 20 dias fora de casa. Voltou e encontrou poucas roupas que pode salvar. Foi um período em que nem pode trabalhar, porque ela é ecônoma na Colônia de Pescadores Z5, que ficou fechada durante a cheia. “Foi um mês sem nem receber, porque a minha renda depende da venda de peixe assado”, explicou.

Nem Ana, nem Cátia querem sair das ilhas, mas contam que, em mais de 40 anos, nunca viram uma cheia como essa. Camila dos Santos Batista, mãe de um bebê de 1 ano, pensa diferente. Vai se cadastrar no aluguel social para se mudar para um local mais seguro. “Não quero mais ficar aqui e passar por isso. Vou recomeçar minha vida, ver se consigo um emprego no continente”, desabafou a dona de casa.

Os moradores das ilhas ainda estão convivendo com muito entulho e eletroeletrônicos abandonados nas ruas após o estrago causado pelas chuvas. A comunidade poderá solicitar recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) a partir do próximo dia 9. Ainda hoje, a Caixa Econômica Federal deve divulga os locais de atendimento onde os moradores poderão solicitar o saque, que deve ser liberado em até cinco dias úteis. A população atingida ainda precisa de eletrodomésticos, roupas e materiais de higiene e limpeza. As doações devem ser encaminhadas à sede da Defesa Civil e no Demhab.
 
 

Termina neste sábado prazo para cadastro de trabalhadores domésticos

O prazo para cadastrar o empregador e o trabalhador doméstico admitidos até setembro deste ano no eSocial termina neste sábado. Com o cadastramento, será possível gerar o boleto unificado de recolhimento dos encargos da categoria.
O primeiro pagamento deverá ser realizado até o dia 6 de novembro.

Até às 18h dessa quinta-feira, mais de 926 mil empregadores domésticos fizeram o cadastramento no site do eSocial e 849.423 empregados foram cadastrados. A diferença entre os números deve-se aos casos em que os empregadores aguardam o empregado repassar as informações e, por isso, deixaram de preencher os dados dos trabalhadores. A Receita Federal espera a adesão de 1,5 milhão de trabalhadores ao sistema.

Para formalizar a situação do trabalhador doméstico, o empregador deve registrar seus dados e os do funcionário na página do programa. Para funcionários contratados até setembro deste ano, os formulários eletrônicos devem ser preenchidos até o fim deste mês. Os empregados contratados a partir de outubro devem ser cadastrados até um dia antes de começarem a trabalhar.

Para gerar o código de acesso ao eSocial, o patrão precisa do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), da data de nascimento e do número de recibo das duas últimas declarações do Imposto de Renda Pessoa Física. O empregador precisará cadastrar ainda o telefone e o e-mail dele e inserir os seguintes dados do trabalhador: CPF, data de nascimento, país de nascimento, Número de Identificação Social (NIS), dados da carteira de trabalho, raça, escolaridade, telefone, e-mail, dados do contrato e local de trabalho.

Por meio do novo sistema, o patrão recolhe, em documento único, a contribuição previdenciária, que varia de 8% a 11% da remuneração do trabalhador e paga 8% de contribuição patronal para a Previdência. A guia também inclui 8% de Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), 0,8% de seguro contra acidentes de trabalho, 3,2% de indenização compensatória (multa do Fundo de Garantia doTempo de Serviço) e Imposto de Renda para quem recebe acima da faixa de isenção (R$ 1.903,98).


Fonte: Agência Brasil

Colégio de Aplicação da UFRGS abre inscrições para novos alunos no dia 3

Foto: Mauro Vieira / Agencia RBS
 
O Colégio de Aplicação da UFRGS abre inscrições, entre 3 e 13 de novembro, para novos alunos no ano letivo de 2016. O ingresso será via sorteio público.

Serão oferecidas 20 vagas para o primeiro ano e 20 vagas para o oitavo ano do Ensino Fundamental do ensino regular, além de 50 vagas para Ensino Médio na modalidade de Educação para Jovens e Adultos (EJA) — 30 vagas para primeiro ano, 10 vagas para segundo ano e 10 vagas para terceiro ano.

Os candidatos devem preencher ficha de inscrição na secretaria da instituição, mediante pagamento de taxa de R$ 15. O sorteio das vagas, aberto ao público, ocorrerá em 25 de novembro, às 13h, no saguão do colégio. Os nomes dos estudantes sorteados serão divulgados no site ufrgs.br/colegiodeaplicacao.

Em caso de desistência ou se candidatos sorteados não cumprirem as etapas necessárias à matrícula, os suplentes serão chamados em até 30 dias após o início das aulas.

Confira os procedimentos de seleção e matrícula no edital oficial.


Fonte: Zero Hora
 

RS terá sol nesta sexta, mas com aumento da nebulosidade

Pontos de Oeste, Sul e Centro do Estado podem ter chuva no decorrer do dia | Foto: Pedro Revillion/CP Memória
 
O sol aparece na maioria das regiões do Rio Grande do Sul nesta sexta-feira, mas a nebulosidade aumenta muito no Oeste e no Sul, onde chove desde cedo em diversas localidades. No decorrer do dia, a instabilidade avança para grande parte das Metades Oeste e Sul, além do Centro do Estado.

Nas demais regiões, possibilidade apenas de instabilidade isolada. Como ar muito quente atua no Estado, provocando forte calor e vento Norte, não se pode afastar que a chuva seja localmente forte e com temporais isolados de vento e granizo, já na madrugada no Oeste.

As mínimas rondam os 12°C em São José dos Ausentes e os 13°C em Vacaria. As máximas, por sua vez, podem chegar a 36°C em Santa Cruz do Sul. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 19°C e 34°C.

O calor da quinta-feira não se repete no feriadão com a chegada de frente fria até sábado. Com o ingresso de ar mais quente e instável que trará chuva a partir do domingo e da segunda, a instabilidade manterá a temperatura agradável. O sábado terá muitas nuvens no Rio Grande do Sul e ainda pode ter chuva em diversas regiões, porém com aberturas, sobretudo no Oeste e no Sul.

No domingo, o sol aparece com nuvens em meio a períodos de nublado a encoberto na maioria das regiões e ainda pode ter chuva isolada, especialmente na Metade Norte. Na segunda, a nebulosidade aumenta muito em todo o Estado e a chuva se generaliza, pode ser mesmo localmente forte e com risco de temporais localizados.  


Fonte: Metsul

Foo Fighters faz contagem misteriosa no site da banda

Qual será a surpresa? | Foto: Reprodução / CP
 
O Foo Fighters gosta mesmo de surpreender e aguçar a curiosidade dos fãs. Desta vez, a banda deu início a uma contagem regressiva misteriosa no site oficial do grupo. O motivo da iniciativa, por enquanto, não tem nenhuma explicação oficial.

Não é possível acessar qualquer parte da página. Todo clique leva à mesma imagem de um brasão com as iniciais do Foo Fighters, um som ambiente e um relógio. Pelo tempo restante, a contagem chegará ao fim no dia 23 de novembro.

Nas redes sociais, várias pessoas especulam qual será a novidade que está por vir. Um novo álbum, a data de lançamento da segunda temporada da série Sonic Highways e até mesmo o dia em que Grohl vai tirar a proteção que imobiliza sua perna quebrada já foram cogitados.

O Foo Fighters segue em turnê mundial. No dia 3 de novembro, a banda se apresentará em Cesena, na Itália. A pequena cidade no norte do país ficou famosa depois de ter mobilizado mil pessoas para tocarem juntos uma versão de "Learn to Fly".
 
 
Fonte: AE

Renato Borghetti e sua gaita ponto contados em livro

Gaiteiro estará presente na Feira do Livro neste sábado | Foto: Divulgação / CP
 
Quem inicia a leitura de “Esse tal de Borghetinho”, que tem sessão de autógrafo neste sábado na 61ª Feira do Livro de Porto Alegre, há de se perguntar: “como assim biografia de alguém tão jovem, em plena atividade?”

O autor, o jornalista Márcio Pinheiro, coordenador da área de Livro e Literatura da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, tem a resposta na ponta da língua. “Quem não conhece Renato Borghetti? São 30 anos de carreira de um artista que já tocou com todo mundo e que é reconhecido em todo o país. É verdade, no entanto, que se trata de um recorte, que alinha histórias e realizações de alguém que ainda tem muito o que fazer”, explica.

Na obra, entre tantas descobertas, Pinheiro conta sobre o amor de Borghethinho pela gaita-ponto - instrumento que lhe foi apresentado aos 11 anos e da qual aprendeu a tirar os primeiros acordes sozinho - que até hoje acompanha o músico em viagens pelo Brasil e pelo mundo e, jamais, é despachada como se fosse bagagem.

Também narra o delicioso encontro dos pais de Renato, Rodi e Alda, quando o rapaz, no início dos anos 50, escrevia cartas para a mocinha em nome de um amigo, que de tão boas tiraram o amigo do caminho e deram início, em 1951, a um romance que segue até hoje.

Em 230 páginas, Pinheiro recupera o rebuliço trazido há maisde três décadas por Renato Borghetti à musíca nativista, com o disco Gaita Ponto, lançado em 1984. “Renato revitalizou o nativismo. Conquistou apreciadores de outros gêneros entre a gurizada que curtia MPB e rock and roll. Conseguiu fazer a música gauchesca entrar no ouvido das pessoas de um outro jeito”, afirma, lembrando que ná época, o disco de estreia do pop star gaudério vendeu no Rio Grande do Sul mais cópias que o disco mais vendido da história fonográfica mundial: "Thriller", de Michael Jackson.

O perfil de Borghettinho traçado por Marcio Pinheiro realça a consistência da obra de um rapaz que começou a carreira de cabelos longos e um chápeu enterrado até os olhos, que parece tímido mas é mais falante do que se imagina, e que quase consegue o milagre da unanimidade quanto tira de sua gaita o som de uma milonga.

Na Feira

Renato Borghtetti estará na Feira do Livro neste sábado para um bate-papo (19h - Teatro Carlos Urbim) e sessão de autógrafos (20h - Praça de Autógrafos).
 
 
Fonte: Nereida Vergara / Correio do Povo

"Legião Urbana - 30 anos" chega a Porto Alegre em dezembro

Turnê pelo país já começou | Foto: Fernando Schlaepfer / Divulgação / CP
 
Três anos após a sua última apresentação ao vivo, num espetáculo tributo que teve a presença do ator Wagner Moura como vocalista do grupo, a Legião Urbana volta aos palcos para uma turnê pelo país. Em Porto Alegre, o show acontece dia 11 de dezembro no Pepsi on Stage (Severo Dullius, 1995), às 22h. Os ingressos estão à venda entre R$ 240 (inteira) e R$ 125 (promocional) no primeiro lote.

O projeto “Legião Urbana – 30 Anos”, além de comemorar o aniversário de três décadas do álbum de estreia com um relançamento cheio de raridades, colocará Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá juntos na estrada,  e promete emocionar os fãs.  

O show será dividido em duas partes: na primeira, o disco “Legião Urbana” será executado na sua ordem original. Na segunda parte, alguns dos clássicos da banda também serão incluídos no repertório, junto com cantores e cantoras convidados. Irão acompanhar Dado e Bonfá no palco: Lucas Vasconcellos (guitarra), Mauro Berman (baixo) e Roberto Pollo (teclado). Quem vai dividir os vocais com o público será o ator e cantor André Frateschi.

Sem chance de um retorno definitivo e permanente, essa será, provavelmente, uma das raras oportunidades de assistir ao legado do Legião Urbana ao vivo, apresentado pelos seus próprios criadores.

O projeto

No começo deste ano, Dado e Bonfá receberam da EMI a proposta de lançar uma edição especial do primeiro disco homônimo da banda, produzido em 1985. Surgia então o projeto “Legião Urbana – 30 Anos”, que além de trazer o álbum original remasterizado, irá ganhar um CD extra, contendo algumas pérolas e raridades do grupo.

As três musicas que o então trio brasiliense gravou em 1983, ainda com Renato Russo cantando baixo e cantando, por exemplo, estão nesse material bônus. O lançamento está previsto para o final do ano.

O processo de mexer com todas essas fitas, de ver aquelas fotos e, principalmente, de ouvir aquelas primeiras versões das suas músicas exatamente como elas foram criadas, despertou a vontade do Dado e do Bonfá de estarem juntos tocando de novo.

Desse interesse surgiu uma segunda ideia: chamar alguns amigos e tocar o primeiro disco na íntegra. Mas, para evitar erros ou mal-entendidos, sempre deixando claro que não existe possibilidade alguma de “volta” da Legião Urbana.
 
 

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Hospital é condenado a indenizar família em R$ 15 mil por ter aplicado vacina vencida

A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do RS condenou o Hospital Moinhos de Vento a pagar indenização de R$ 15 mil a uma família de Porto Alegre por danos morais. No ano passado, a instituição admitiu ter comercializado e aplicado 387 doses vencidas de vacina contra a gripe em pais e alunos do Colégio Farroupilha.

O pai de duas alunas alegou o chamado “dano reflexo”, que ocorre quando pessoas relacionadas às vítimas também sofrem os prejuízos que motivaram a ação. Inicialmente, a indenização havia sido arbitrada em R$ 7 mil, mas um recurso acatado pelo TJ garantiu elevação do valor. Mais duas famílias estão com ação similar, pedindo indenização do HMV.

O lote de 387 vacinas contra gripe era de 2013 e não atendia a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo o advogado da família que ingressou com o pedido de indenização, Roberto Rocha, houve uma recomendação expressa da Anvisa pela retirada, do programa de imunização, das vacinas com data anterior a fevereiro de 2014. “Mesmo assim, o hospital não só comercializou como aplicou as vacinas em crianças, adolescentes e pais. Além disso, misturou o lote vencido com as vacinas válidas de 2014. Seja por descontrole, descuido ou maus processos internos, o hospital tem que responder perante a Justiça”, destacou.

Segundo Rocha, não é necessário um efeito adverso nos pacientes para gerar indenização, porque a aplicação de medicamento cuja distribuição está proibida pela Anvisa já acarreta em direito por dano moral.


Fonte: Samuel Vettori / Rádio Guaíba

Orquestra De Teotônia faz show em Guaíba no mês de aniversário do município

A Orquestra de Teotônia fez apresentação única, na noite dessa quarta-feira, 28, no Sport Clube Itapuí, com entrada franca. O espetáculo financiado pelo Pró-Cultura,  a Guaíba através de parceria entre as Secretarias de Cultura municipal e estadual, para o mês das comemorações dos 89 anos do município.

Sob a regência do maestro Astor Dalferth, os consertos ganharam fama pelo repertório variado, que mescla música popular com  música erudita. Aliás, esta peculiaridade da sua música sinfônica que contemplou o grupo com projeto cultural Orquestra Cidadã, levando música para várias cidades do RS.

Na apresentação, os guaibenses tiveram a oportunidade de conferir outra grande marca da orquestra, que é a vibração, energia e a performance dos músicos que contagia e emociona.




GUAÍBA: Praia da Florida sedia festival no fim de semana

O Florida Festival, promovido pelo Coletivo Comvida, acontece neste domingo, 1º, a partir das 15h, na praia da Florida. O evento comemora os dois anos do projeto Florida Comvida, que mensalmente promove a ocupação do espaço público com atividades como palco aberto, slackline, oficinas e brincadeiras para as crianças. 
 
O festival contará com a apresentação das bandas Instinto Roots, Grupo PelasTabelas, Black Galeão, Mercado Público, Neuro Ruptura e Paulo Dionísio O evento também terá uma feira gastronômica com variadas bancas de doces, salgados e de cerveja artesanal. Além disso, o público vai poder aproveitar as atividades já tradicionais do projeto. 
 
"Esse é um projeto de extrema importância na cidade e que levou melhorias para o bairro a partir da utilização por parte dos moradores. E o mais importante é isso, fazer a população frequentar os espaços públicos, tendo atividades que priorizem a qualidade de vida" disse a secretária de Turismo e Cultura, Cláudia Mara Borges.
 
A entrada para o evento é franca. O Florida Festival tem o apoio da Prefeitura de Guaíba, através da Secretaria de Turismo e Cultura, e Estúdio B2, com patrocínio da CMPC - Celulose Riograndense. 
 
O projeto
 
O Florida Comvida surgiu da vontade do Coletivo Comvida em fazer com que os moradores ocupassem os espaços públicos. Há dois anos a praia da Florida foi adotada pelo projeto, que já proporcionou melhorias na orla e aumentou a utilização do espaço pelos seus moradores. 
 
A coordenadora do projeto, Bárbara Rammé, conta que a música, o esporte e a arte, levados pelos Florida Comvida, trouxeram o reconhecimento e a valorização do local que era pouco visitado. "Precisamos trabalhar juntos, e nada melhor do que fazer essa integração dos moradores e jovens com a natureza", disse a coordenadora.
 
 

Detran/RS registra recorde de processos de suspensão do direito de dirigir

De janeiro a setembro de 2015, foram 43,5 mil processos de suspensão instaurados | Foto: Roberto Caloni / Detran-RS / CP
 
O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS) divulgou nesta quinta-feira que o número de processos de suspensão do direito de dirigir instaurados pelo órgão atingiu recorde histórico. No período de 2008 a setembro de 2015 houve um acréscimo de 462%. Só nos primeiros nove meses do ano, o Detran/RS já ultrapassa em 40% o número de processos instaurados em todo o ano passado.

De janeiro a setembro de 2015, foram 43,5 mil processos de suspensão instaurados contra condutores gaúchos. A maioria desses processos é de condutores que ultrapassaram os 20 pontos por infrações diversas (38%) ou foram flagrados dirigindo sob o efeito de álcool (34%). Outros 26% foram processos de infratores que excederam a velocidade acima de 50% da máxima permitida e 1% que foram flagrados participando de rachas.

Desde 2013, o Detran/RS também está aplicando o processo de cassação do direito de dirigir, que deixa o condutor inabilitado por dois anos. Foram quase 20 mil processos de cassação nesses três anos. Só em 2015, foram abertos 4,7 mil processos de cassação do direito de dirigir: 4,2 mil por dirigir suspenso e 495 por reincidência, dentro de 12 meses, nas infrações previstas no Código de Trânsito Brasileiro.

Infrações cresceram 22,5%

Em 2015, foram 22,5% a mais que no ano passado (analisando o período de janeiro a setembro). Somente nesses primeiros nove meses do ano, 2,5 milhões de infrações foram registradas, sendo 1,3 milhão por excesso de velocidade. O total de infrações registradas pelos órgãos de fiscalização do RS mais que dobrou nos últimos oito anos.  


Confirmada antecipação do Bolsa Família para atingidos de cinco cidades gaúchas

Medida vai liberar mais cedo R$ 14,7 milhões para quase 86 mil famílias | Foto: André Ávila / CP Memória
 
Foi confirmada nesta quinta-feira a antecipação do Bolsa Família para cinco cidades gaúchas atingidas pela chuva. A autorização ocorreu por parte do governo federal, a pedido da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS). Porto Alegre, Canoas, Gravataí, Pelotas e Rio Grande se somam aos outros 61 municípios que já contavam com a liberação. Os beneficiários do programa receberão o auxílio no dia 17 de novembro, em vez dos últimos dias do mês, como costuma ocorrer. Em dezembro, o saque também será antecipado para a primeira quinzena, em data a ser confirmada pelo governo.

As cinco novas cidades tiveram decretos de emergência homologados diretamente pela União, enquanto o benefício dependia de encaminhamento da STDS do Estado. Canoas foi incluída na listagem nessa quarta-feira, junto aos municípios de Pinhal Grande e Ipê. A medida vai liberar mais cedo R$ 14,7 milhões para quase 86 mil famílias — ou seja, cada uma recebe, em média, R$ 171 mensais. Em todo o Estado, o número de famílias beneficiadas passa de 170 mil.

O Ministério do Desenvolvimento Social também comunicou que as famílias que perderam ou tiveram o cartão do Bolsa Família danificado pelas chuvas podem encaminhar a Declaração Especial de Pagamento no local responsável pelo programa em cada município. Não será necessário comprovar prejuízos causados pelo mau tempo. O programa social é oferecido a famílias extremamente pobres (renda mensal de até R$ 77 por pessoa) ou pobres (renda de até R$ 154 por pessoa).
 
 
Fonte: Bibiana Borba / Rádio Guaíba

Dilma diz que governo "aperta o cinto", mas nega cortes no Bolsa Família

A presidente Dilma Rousseff reiterou nesta quinta que, apesar dos ajustes na economia, o Programa Bolsa Família não será alvo de cortes nem redução no Orçamento. Segundo Dilma, “há muita conversa que não é séria” e “boatos” sobre o programa, mas os recursos e o pagamento em dia do benefício estão garantidos.

“Podem ter certeza o governo federal não vai parar o Bolsa Família ou diminuir o Bolsa Família ou não pagar em dia o Bolsa Família", destacou. "Estou aqui dizendo para vocês: o Bolsa Família não vai ser interrompido, o Minha Casa, Minha Vida não vai ser interrompido”, acrescentou em discurso durante a entrega de 928 apartamentos do Programa Minha Casa, Minha Vida no Paranoá, cidade do Distro Federal a cerca de 10 quilômetros do centro da capital federal.

Dilma destacou que o país atravessa um período de dificuldades econômicas e que está “apertando o cinto” para reduzir despesas, mas sem abrir mão de gastos sociais considerados importantes, como o Bolsa Família e os investimentos no programa habitacional. A presidente listou cortes de oito ministérios e de 30 secretarias e a redução do número de cargos comissionados e do próprio salário como medidas tomadas pelo governo para cortar gastos. “Esse esforço que a gente faz tem dois sentidos: a gente aperta o cinto e a gente garante aqueles programas que são fundamentais para a vida e para população.”

Cerimônia
Dilma participou da cerimônia ao lado do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg. O governador chegou a ser chamado de “caloteiro” por manifestantes que protestavam contra a falta de pagamento de reajuste a servidores púbicos. Por videoconferência, também foram entregues casas nos municípios paulistas de Sorocaba, Hortolândia, Bragança Paulista e Nova Odessa, e em Canoas (RS), num total de 2.691 moradias.


Fonte: Agência Brasil

Desemprego cresce pelo sétimo mês seguido na região Metropolitana de Porto Alegre

Taxa de desocupação passou para 10,1% em setembro, aponta FEE | Foto: André Ávila / CP Memória
 
Houve aumento na taxa de desemprego pelo sétimo mês consecutivo na região Metropolitana de Porto Alegre no mês de setembro. A pesquisa, divulgada nesta quinta-feira, é da Fundação de Economia e Estatística (FEE) e aponta elevação, passando de 9,7% em agosto para 10,1% em setembro. O número total de desempregados em setembro foi estimado em 190 mil pessoas, acréscimo de 6 mil indivíduos em relação ao mês anterior. Já o nível ocupacional apresentou redução, tendo sido estimado em 1.692 mil indivíduos.

Segundo a FEE, com referência aos principais setores de atividade econômica analisados, ficou constatada diminuição do nível ocupacional nos serviços (menos 13 mil, ou -1,3%), na construção (menos 7 mil, ou -5,7%) e no comércio. Além de setores como a reparação de veículos automotores e motocicletas (menos 2 mil, ou -0,6%). Já na indústria de transformação, o contingente de ocupados permaneceu estável.

Já segundo a posição na ocupação, houve redução no emprego assalariado (menos 9 mil, ou -0,7%), determinada pela retração, tanto no setor privado (menos 7 mil trabalhadores, ou -0,7%) como no setor público (menos 2 mil, ou -1%). No âmbito do setor privado, houve diminuição (menos 7 mil postos, ou -7,3%) entre os assalariados sem carteira assinada e estabilidade entre os com carteira assinada.

Quanto às outras formas de inserção analisadas pela FEE, ocorreu diminuição do nível ocupacional entre os autônomos (menos 18 mil, ou -7,7%) e entre os empregados domésticos (menos 3 mil, ou -3,2%).

Rendimento

Entre julho e agosto, o rendimento médio real dos principais grupos ocupacionais apresentou desempenho desfavorável: o total dos ocupados registrou ligeira variação negativa de 0,3%; o dos assalariados, redução de 0,8%; e o dos trabalhadores autônomos, diminuição de 7,3%. Em termos monetários, esses rendimentos passaram a corresponder a R$ 1.853, R$ 1.813 e R$ 1.567 respectivamente.

De acordo com a FEE, em agosto, a massa de rendimentos reais reduziu-se em 0,8% para os ocupados e em 1,1% para os assalariados, em ambos os casos, em decorrência de decréscimo do nível de ocupação e do rendimento médio real.
 
 

Piratini anuncia pagamento integral da folha de outubro nesta sexta

Estado anuncia pagamento integral da folha de outubro nesta sexta | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

O governador do Estado, José Ivo Sartori, anunciou na manhã desta quinta-feira que os salários do funcionalismo público serão pagos integralmente nesta sexta-feira. A informação foi divulgada pelo próprio Sartori via perfil no Twitter.  "Acabo de falar com o secretário (Giovani) Feltes e estamos confirmando o pagamento integral da folha de outubro nesta sexta", escreveu.

Apesar do anúncio, Sartori afirmou que o pagamento integral representa um novo atraso da dívida do Estado com a União. "A escolha atrasa a dívida com a União, além de cerca de R$ 600 milhões em outros compromissos. Precisamos buscar o equilíbrio fiscal", postou.

Este é o oitavo mês consecutivo em que o Estado não consegue quitar a dívida com a União. De acordo com o governo, todo o ingresso de receita federal no Rio Grande do Sul foi retido até que seja saldado o valor da parcela da dívida, que em outubro é de R$ 268 milhões. 

O secretário da Fazenda, Giovani Feltes, explicou que a cada mês o governo vem atrasando despesas, principalmente no custeio da saúde e de programas sociais por conta das dificuldades financeiras.

A queda na arrecadação de ICMS ao longo de 2015 está próxima a R$ 1,1 bilhão. "Significa que o ingresso de R$ 1 bilhão no mês passado, com a elevação para 95% do limite de saque dos depósitos judiciais, servia apenas para compensar esse prejuízo na arrecadação", explicou.

O governo do Estado postergou três vezes nesta semana o anúncio do calendário da folha de pagamento de outubro. O Executivo surpreendeu os servidores nessa quarta ao convidar os sindicatos para uma reunião no Palácio Piratini nesta quinta. O convite, enviado por email, explicou que o encontro servirá para apresentar realidade das finanças públicas.


ELDORADO DO SUL: Tire todas as suas dúvidas sobre a retirada do FGTS

A Prefeitura Municipal de Eldorado do Sul responde a dúvidas da população, sobre a solicitação e retirada do Fundo de Garantia por tempo de serviço - FGTS, disponibilizado pelo Governo Federal.

1. O Governo Municipal já encaminhou à Caixa Econômica Federal a documentação necessária para solicitar o FGTS? 
 Sim, a Prefeitura já encaminhou toda a documentação necessária. o próximo passo será a análise feita pela Caixa Econômica Federal para que, posteriormente, seja definido um local onde as pessoas possam levar sua documentação.

2. Quem poderá ser beneficiado pela liberação do Fundo de Garantia por tempo de Serviço?
O benefício poderá ser liberado para vítimas da enchente e pela chuva de granizo que ocorreram em Eldorado do Sul. 

3. Quais documentos são necessários para dar andamento a solicitação do FGTS?
 ·  Comprovante de vínculo empregatício (Carteira de Trabalho, CAGED, CNIS, declaração empregador);

·  Comprovante de residência em nome do trabalhador (Contas de luz, água, telefone, gás, extratos bancários ou carnês de pagamento), que deverão referir-se à residência fixa do trabalhador. O comprovante deve corresponder aos 120 dias anteriores ao dia 11 de outubro, no qual ocorreu a decretação de emergência.
 ·  Comprovante de identidade (Carteira de Identidade, CNH ou outro);
 ·  Documento que conste o número do PIS

4. Como realizar a solicitação do FGTS se o morador perdeu o comprovante de residência devido aos desastres?
A Secretaria de Habitação disponibilizará uma declaração de residência, localizada na Estrada da Arrozeira-270, das 8h às 14h. Para mais informações entre em contato pelo telefone: 3499-2988

5. Moradores de quais bairros poderão fazer a solicitação do FGTS?
Em breve será divulgada, pela Prefeitura de Eldorado do Sul, uma relação dos bairros e ruas que foram atingidos. A Caixa Econômica Federal, no momento, está analisando esses locais para dar continuidade aos trâmites.

6. Onde deverá ser entregue a documentação para que seja realizada a solicitação?
 A Prefeitura Municipal disponibilizará, em breve, um local específico para que seja possível atender a grande demanda de atingidos. Nesse local deverá ser entregue a documentação.

7. É necessário encaminhar uma cópia do decreto anexada à documentação?
 Não, pois a Prefeitura disponibilizou uma cópia do decreto para permanecer na Caixa Econômica Federal.

8. Para a retirada do benefício existe um valor máximo?
Sim, o valor máximo da parcela, por vínculo empregatício, é de R$ 6.220,00.

9. De que forma é possível obter mais informações?
Em breve, a Caixa Econômica Federal informará um número de telefone para que os interessados entrem em contato. Além disso, o Governo Municipal disponibiliza constantemente informações atualizadas sobre a retirada do FGTS.

10. Quando a população afetada pelo temporal e enchente podem encaminhar os documentos no local informado pela Prefeitura?
 O Governo Municipal divulgará, o mais breve possível, a data em que os interessados deverão se encaminhar ao local informado anteriormente com a devida documentação.

11.  No momento da entrega da documentação, o valor será liberado?
 Após a entrega da documentação, é necessário aguardar a análise e a divulgação do prazo para retirada do benefício através da Caixa Econômica Federal.  
  
12. Quem não possui comprovante de residência em seu nome, o que fazer?
Quando encaminhar a documentação, a comprovação é feita mediante apresentação de comprovante em nome dos pais, carteira de identidade e declaração do filho, sob as penas da lei, que reside com os pais na área afetada


Fonte: Rafaela Feck e Caroline Pripp / Assessoria de Comunicação - ASCOM

Novo BLOG no Ar!!!

Acesse:

GUAÍBA: Museu Carlos Nobre recebe primeira mostra de arte

Entre os dias 4 e 6 de novembro, o Museu Municipal Carlos Nobre recebe a 1º Mostra de Arte, "Olhares", da artista Morgan Rossato. No dia 4 ocorre um coquetel de abertura, no Museu, às 18h30. A Mostra pode ser visitada das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h.

No dia 1º de dezembro é a vez da Vitrine Cultural receber a exposição Olhares, que ficará disponível até o dia 3 de janeiro, de terça-feira a domingo, das 9h às 12h e das 13h30 às 17h30. 

Além disso, a Secretaria de Turismo e Cultura também promove, na Biblioteca Municipal, nesta sexta-feira, 30, a Hora do Conto alusiva ao Dia das Bruxas. As escolas que quiserem participar podem agendar pelo fone 34913819. Para o público em geral é só chegar. 







Fonte: Prefeitura Municipal de Guaíba


Mostra exalta sensualidade no mundo feminino por meio de bonecas

Ao todo, 22 bonecas serão exibidas | Foto: Reprodução / CP
 
Inaugura nesta quinta-feira, às 19h, a mostra “Femininos em Panos”, da artesã textil Maria Tereza Cravo Panichi. A exposição ficará em cartaz até o dia 13 de novembro, no Studio Q (Dr. Timóteo, 395), em Porto Alegre. A visitação ocorre de segundas a sextas, das 9h às 19h, com entrada gratuita.

A mostra é composta por 22 bonecas com anatomia, figurino, cabelo e maquiagem que sugerem a sensualidade como elemento unificador entre todas. As peças, criativas e personalizadas, revelam as pesquisas de técnicas e estilos que marcam o trabalho da artista.  


Homem é preso por esconder carros furtados em estacionamento de hospital

A Brigada Militar prendeu um homem por furtar e esconder veículos no estacionamento do Hospital São Lucas, da PUC, na zona Leste de Porto Alegre.

Policiais da operação Força Tática recuperaram, no local, um Ford Ka e um Hyundai HB20. Com o suspeito, a BM encontrou mais um HB20, além das chaves de outros dois carros, na tarde desta quarta.

A prisão ocorreu na vila Vargas. Uma testemunha prestou depoimento à Polícia Civil e indicou o local, no estacionamento,


Fonte: Rádio Guaíba

Quinta-feira será de sol e calor na maioria das regiões do Estado

Tarde de quinta-feira será marcada pelo calor no RS | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória
 
O sol predomina no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira, de acordo com a MetSul Meteorologia. Massa de ar quente, que trouxe 35ºC no Noroeste, nessa quarta, passa a atuar com mais força em todo o território gaúcho e traz forte elevação da temperatura no decorrer do dia com vento do quadrante Norte.

Em um outubro caracterizado até agora por jornadas amenas, a quinta-feira será um dia quente com calor no período da tarde, quando as máximas ficam perto ou acima de 30ºC em muitas cidades. No Noroeste, o calor é intenso. No fim do dia a chuva estará em áreas da Argentina próximas de Uruguaiana

Em Porto Alegre o dia será ensolarado e a temperatura varia entre 18°C e 31°C.

Mínimas e máximas pelo Estado

Porto Alegre 18°C / 31°C
Caxias 16°C / 29°C
Santa Rosa 18°C / 37°C
Santa Maria 18°C / 32°C
Uruguaiana 18°C / 33°C
Alegrete 18°C / 31°C
Livramento 15°C / 31°C
Pelotas 16°C / 26°C
Santa Cruz do Sul 18°C / 32°C
Erechim 17°C / 30°C
Torres 17°C / 22°C
 
Fonte: MetSul

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Correios vão oferecer novos serviços do governo federal aos cidadãos

Correios vão oferecer novos serviços do governo federal aos cidadãos | Foto: André Ávila / CP Memória
 
As agências dos Correios vão passar a emitir documentos como quitação de dívidas, certidões públicas, passaportes e outros serviços públicos federais. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, durante a Feira Futurecom 2015, em São Paulo, depois da assinatura de um termo de compromisso entre a Telebras, o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e os Correios, órgãos responsáveis pela estruturação do projeto.

A ideia é disponibilizar os serviços nas máquinas de autoatendimento (totens) disponíveis nas agências dos Correios em todo o país. O projeto piloto será implantado ainda este ano em duas agências de Brasília, a do edifício-sede e a do Setor Hoteleiro Sul. Inspirada nas agências do Poupatempo, do Rio de Janeiro e São Paulo, e do Na Hora, no Distrito Federal, a proposta vai agregar, inicialmente,  apenas serviços relativos ao governo federal, para depois incluir também serviços do governos municipais e estaduais.

Os Correios têm cerca de 6,4 mil agências próprias no país, distribuídas em todo território nacional. Ainda não há definição das próximas cidades que vão participar do projeto.

"Juntamos a rede da Telebras que está no Brasil todo, a inteligência da informação do Serpro e a presença nacional dos Correios", destacou Wagner Pinheiro, presidente dos Correios. Ele ressaltou que a proposta é universalizar e dar capilaridade aos serviços federais, especialmente para setores excluídos da sociedade. Jorge Bittar, presidente da Telebras, lembrou que parte dos serviços já está disponível na internet, mas nem todos os cidadãos conseguem acessá-los.

O presidente do Serpro, Marcos Mazoni, disse que a iniciativa é uma resposta às demandas por mais serviços públicos. "As pessoas querem mais qualidade do serviço público e temos certeza que isso se faz com uso intensivo de tecnologia da informação", destacou. Os gestores não informaram os custos desta iniciativa, pois os valores ainda estão sendo levantados.
 
Fonte: AE

Governo do RS reúne servidores nesta quinta para falar das finanças do Estado

Exposição será feita no Galpão Crioulo, do Palácio Piratini | Foto: Carla Ruas / CP Memória
 
No Rio Grande do Sul, o dia do servidor público, comemorado em 28 de outubro, foi de espera. Havia a possibilidade do Governo do RS anunciar nesta quarta-feira a forma de pagamento dos salários do funcionalismo no mês de outubro, mas não houve manifestação do Piratini acerca dos salários. A expectativa agora é de que a convocação do Executivo junto aos sindicatos de servidores para, nesta quinta, 10h, falar sobre a realidade das finanças públicas do Estado seja também para anunciar o pagamento, haja vista que amanhã é dia 29, penúltimo dia do mês. A exposição será feita pelo chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi, e pelo secretário da Fazenda, Giovani Feltes, no Galpão Crioulo do Palácio Piratini. Segundo Giovani Feltes, o Executivo trabalha com a hipótese da incapacidade de saldar os repasses mensais aos poderes Legislativo e Judiciário, ao Ministério Público e à Defensoria Pública.

O governador José Ivo Sartori usou as redes sociais para parabenizar os servidores retuitando a mensagem da conta oficial do governo do RS no Twitter.
 

Prazo para uso de cadeirinha em transporte escolar deve ser adiado, diz Contran

Resolução 533 começaria a valer a partir de 1º de fevereiro de 2016 | Foto: Alexandre Mendez / CP Memória
 
O presidente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Alberto Angerami, disse nesta quarta-feira que o prazo que obriga os motoristas de transporte escolar a equiparem seus veículos com cadeirinhas e assentos de elevação para crianças até dez anos deve ser adiado. A Resolução 533 começaria a valer a partir de 1º de fevereiro de 2016.

"Os transportadores não precisam tomar providências de forma açodada", afirmou Angerami durante audiência pública conjunta das Comissões de Educação e de Serviços de Infraestrutura do Senado. Ele acrescentou que, na próxima reunião colegiada do Conselho, marcada para 17 de novembro vai propor o adiamento das medidas fixadas na resolução.

Na mesma audiência pública, representantes de motoristas de transporte escolar disseram que não têm como cumprir a exigência do Contran. A senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) protocolou Projeto de Decreto Legislativo (374/2015) que susta as resoluções do Contran números 533 e 541, ambas de 2015, que obrigam os transportadores escolares a equiparem seus veículos com cadeirinhas e assentos de elevação.

"Ouvimos aqui: zero em fatalidade, muito poucos acidentes e sem lesões graves [quando acontecem são, geralmente, em transporte irregular], veículos seguros e vistoriados, velocidade reduzida - andam a 30 km/hora. Os dados estão aí, disponíveis. Me parece justo o que os transportadores pedem: serem ouvidos nos fóruns de discussão [do Contran, Denatran, Ministério da Educação], antes de qualquer resolução", observou Marta.

A senadora avaliou ainda que, se os transportadores escolares tivessem sido ouvidos, talvez não tivessem sido adotadas medidas incompatíveis com a realidade. Além de pedirem o fim da exigência das cadeirinhas os motoristas escolares pediram apoio para que eles tenham incentivos fiscais como financiamentos para a renovação de frota, com juros baixos e condições vantajosas, a exemplo do que acontece com os taxistas.